Efeitos da toxina mitocondrial acido 3-nitropropionico sobre modelos animais de discinesia tardia

Efeitos da toxina mitocondrial acido 3-nitropropionico sobre modelos animais de discinesia tardia

Título alternativo Effects of the toxin mitochondrial 3-nitropropionic acid on animal models of late dyskinesia
Autor Calvente, Patricia Renata Valester Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A discinesia tardia e caracterizada por movimentos anormais hipercineticos e involuntarios que ocorrem durante ou apos a interrupcao de um tratamento prolongado com neurolepticos e outros antagonistas dopaminergicos. Entre as hipoteses de mecanismos envolvidos na discinesia tardia destaca-se a hipotese da supersensibilidade dopaminergica que preconiza um aumento de dopaminoreceptores pos-sinapticos no sistema nigroestriatal o qual teria origem no bloqueio imposto pelos neurolepticos nestes sitios. De fato, ratos privados do tratamento prolongado com neurolepticos apresentam uma intensificacao tanto de sua atividade geral espontanea , como do comportamento estereotipado induzido por agonistas dopaminergicos como a apomorfina. Outra hipotese dessa desordem de movimento e a hipotese da neurotoxicidade, que preconiza que a discinesia tardia esteja intimamente relacionada a neurotoxicidade produzida por especies reativas de oxigenio, acumuladas com a administracao repetida de neurolepticos. Nesse aspecto, os neurolepticos sao capazes de aumentar o turnover de dopamina, sendo a biotransformacao de catecolaminas pela MAO uma importante fonte de especies reativas de oxigenio. Alem disso, enquanto neurolepticos classicos, como o haloperidol e a clorpromazina, sao capazes de modificar a atividade do complexo I mitocondrial (sendo a mitocondria uma das principais fontes de especies reativas de oxigenio), o neuroleptico atipico clozapina, que produz efeitos motores extrapiramidais menos graves, e praticamente desprovido de efeitos sobre esse complexo. Valendo-se das hipoteses citadas acima utilizamos uma excitotoxina, o acido 3-nitropropionico,capaz de reduzir a ativiadde do complexo II da cadeia respiratorio pela inibicao da enzima succinato desidrogenase e incrementar o estresse oxidativo organico, em diferentes modelos animais de discinesia tardia: o modelo da supersensibilidade dopaminergica e um modelo animal fenomenoiogico dessa desordem do movimento: a discinesia oral (avaliada pela frequencia de protrusao de lingua) induzida pela administracao repetida de reserpina. Os principais resultados obtidos foram: O tratamento prolongado com acido 3-nitropropionico nao modificou, per se, a frequencia de protrusao de lingua em ratos, mas potencializou o aumento dessa frequencia promovido pela administracao repetida de reserpina. O tratamento prolongado e concomitante com acido 3-nitropropionico atenuou o aumento da...(au)
Assunto Discinesias
Propionatos
Comportamento Estereotipado
Reserpina
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 72 p. ilus.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 72 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16962

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta