Estudo morfologico dos pes de corredores de media e longa distancia

Estudo morfologico dos pes de corredores de media e longa distancia

Título alternativo Morfologic study of the feet in long distance runners
Autor Alloza, Jose Felipe Marion Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A participacao em atividades fisicas e esportivas tem tido um papel fundamental na nossa sociedade. O aumento no tempo e na intensidade da pratica de esportes tem colaborado, porem, para o crescimento do numero de lesoes. A corrida que se mostra uma forma de atividade terapeutica, recreacional e competitiva, de facil acesso e pouca exigencia em termos de equipamentos e gastos pode, porem, levar a sobrecargas e lesoes em especial dos membros inferiores, tanto pelo continuo e prolongado impacto quanto pelas predisposicoes individuais. Uma vez que se observa correlacao importante das lesoes dos membros inferiores com variacoes posturais dos pes, o estudo da morfologia e identificacao de desvios ou desalinhamentos do extremo distal dos membros inferiores foi desenhado. Com esse proposito foram analisados 94 pes de 47 corredores de media e longa distancia, todos do sexo masculino com idade entre 18 e 51 anos com regularidade na pratica da corrida por pelo menos 6 meses. Os corredores foram avaliados clinica e radiologicamente. A partir da classificacao podografica dos tipos de pes (l2,8 por cento planos, 9,6 por cento do tipo cavo e os 77 por cento restantes normais ou neutros) foram analisadas concordancias e associacoes estatisticas dos parametros clinicos e radiologicos. Nao foram observadas anomalias grosseiras nos corredores, porem grandes variacoes nas relacoes osseas dos pes dos adultos foram evidenciadas, o que alertou para a impossibilidade de se considerar uma unica variavel radiologica como absoluta na caracterizacao da arquitetura ossea ou na classificacao dos diferentes tipos de pes. Pode-se constatar que os angulos Talo-I Metatarsico, Congruencia Talonavicular e a medida de Congruencia Talonavicular, sao parametros radiologicos que podem ser utilizados na analise de dos diferentes tipos de pes, pois demonstraram boas concordancia e associacao estatisticas. Ficou evidente pelas consideracoes anatomicas, biomecanicas e imagenologicas que a avaliacao de entidades de movimento complexo articular como a pronacao ou ainda a hiperpronacao no mecanismo da marcha ou corrida, necessitam de analise em conjunto dos aspectos estruturais, estaticos e dinamicos
Assunto
MORFOLOGIA
Esportes
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 80 p. ilustabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 80 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/16996

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta