Estudo críico do tratamento fisioterápico e do uso da toxina botulínica do tipo A como facilitadores da normalização do padrão de marcha em portadores de paralisia cerebral do tipo hemiparético espástico

Estudo críico do tratamento fisioterápico e do uso da toxina botulínica do tipo A como facilitadores da normalização do padrão de marcha em portadores de paralisia cerebral do tipo hemiparético espástico

Título alternativo Critical study of physiotherapeutic treatment and the use of botulinum toxine type A to improve the mornalization of gait pattern im hemiparetics patients with cerebral palsy
Autor Faria, Tereza Cristina Carbonari de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Masiero, Danilo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A proposta deste estudo prospectivo foi investigar o quanto a toxina botulinica do tipo A (TBA) pode atuar como um facilitador para o tratamento fisioterapico e o quanto a fisioterapia realizada isoladamente e em combinacao com a TBA facilita a normalizacao do padrao de marcha em pacientes com paralisia cerebral (PC) do tipo hemiparetico espastico. Foram estudados 14 pacientes, com equino dinamico e idade entre 3 e 9 anos. Estes foram distribuidos em 2 grupos: Grupo I - composto por 7 criancas que receberam a TBA nos musculos gastrocnemios e solear e fisioterapia; - Grupo II - composto por 7 criancas que receberam so fisioterapia. Avaliaram-se: a mobilidade articular do tornozelo, o tonus muscular, a acao do musculo tibial anterior, a velocidade, cadencia e a analise observacional da marcha e o grau de satisfacao dos pais. A analise estatistica apontou que no Grupo I houve melhora de todas as medidas avaliadas num intervalo mais curto de tratamento. No Grupo 11 nao houve melhora de todas as medidas avaliadas e o ganho em algumas medidas ocorreu num tempo mais longo. Ainda pode-se concluir que a TBA foi um agente facilitador para o tratamento fisioterapico pois, devido a sua acao, observou- se melhora num tempo mais curto em todos os parametros avaliados
Assunto Paralisia cerebral
Toxinas botulínicas tipo A
Marcha
Fisioterapia
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 95 p. tabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 95 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17060

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta