BCG oral no tratamento adjuvante do melanoma cutaneo

BCG oral no tratamento adjuvante do melanoma cutaneo

Título alternativo Oral BCG in the adjuvant treatment of cutaneous melamoma
Autor Belfort, Francisco Aparecido Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O tratamento da lesao primaria do melanoma cutaneo tornou-se mais racional apos as publicacoes de Clark e Breslow, definindo-se margens maiores ou menores, com base nos indices de profundidade tumoral estabelecidos por estes autores. Alem desses indices, outros fatores sao reconhecidos por influir de maneira negativa na evolucao dos portadores de melanoma cutaneo primario: presenca de ulceracao, microsatelitose e localizacao axial. Diferentes formas de terapia adjuvante tem sido pesquisadas, para serem usadas nos pacientes com pior prognostico. Dentre esses, o Bacilo de Calmette-Guerin (BCG) tem sido um agente imunomodulador dos mais utilizados, particularmente apos a publicacao de Morton, em 1970. Este sugeriu um estimulo sistemico ao notar que nodulos cutaneos metastaticos regrediram, apos receberem injecao intratumoral de BCG e que, alguns nodulos nao diretamente injetados, tambem apresentaram regressao. No Departamento de Tumores Cutaneos do Hospital A. C. Camargo, foi proposto um estudo prospectivo em portadores de melanoma cutaneo primario, sem doenca regional ou sistemica (estadio clinico I e II do Hospital M. D. Anderson), que foram tratados cirurgicamente e distribuidos em dois grupos para tratamento adjuvante: um grupo recebeu BCG (l.500 mg/semana, via oral, mantidos por dois anos ou interrompidos no caso de aparecimento de recidiva) e outro para servir de grupo controle. No periodo de outubro de 1983 a janeiro de 1987, 52 pacientes foram incluidos no grupo BCG e 49 no controle. Com o objetivo de analisar a evolucao desses 101 pacientes, foram revistos todos seus prontuarios, atraves do preenchimento de fichas especificas. Estas foram preparadas para se obter e estudar os seguintes aspectos: faixa etaria, sexo, raca, topografia da lesao primaria, estadio clinico, biopsia previa ou nao, presenca ou nao de ulceracao, tratamento cirurgico realizado, niveis de Clark e espessura de Breslow. Sexo (p=O,Ol27) e niveis de Clark (p=O,OOO6) foram variaveis estatisticamente significantes na analise univariada de sobrevivencia global. Esta sobrevivencia global foi de 62,0 por cento a 5 anos e 49,6 por cento a 10 anos para o sexo masculino e 82,3 por cento a 5 e 68,3 por cento a 10 anos para o sexo feminino. Em relacao aos niveis de Clark, os percentuais de sobrevivencia global a 5 e 10 anos foram 91,7 e 80,2 por cento, respectivamente, para os niveis I-II, 80,3 e 67,5 para o nivel 111 e 52,1 e 32,4 por cento para os niveis IV e...(au)
Assunto Mycobacterium bovis
Melanoma/terapia
Neoplasias Cutâneas
Adjuvantes Imunológicos
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 76 p. tabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 76 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17087

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta