Estudo das alterações cardiovasculares produzidas por drogas exitatórias e inibitórias microinjectadas na superfície rostroventrolateral do bulbo de ratos não anestesiados

Estudo das alterações cardiovasculares produzidas por drogas exitatórias e inibitórias microinjectadas na superfície rostroventrolateral do bulbo de ratos não anestesiados

Título alternativo Study of the cardiovascular alteration induced by excitatory and inhibitory drugs microinjected into the rostroventrolateral surface of the medulla innon-anesthetized rats
Autor Araujo, Gessi Carvalho de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Campos, Ruy Ribeiro Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Neste estudo foi demonstrado que a regiao RVL desempenha importante papel na manutencao do tono vasomotor simpatico, uma vez que tanto a estimulacao como a inibicao de neuronios dessa regiao produziram alteracoes significantes de pressao arterial. A estimulacao da regiao RVL, por meio da microinjecao de L-glutamato ou glicina alta dose, uni ou bilateralmente, produziu, regularmente, aumento da pressao arterial. O bloqueio da resposta hipertensiva, tanto ao glutamato como a glicina, foi obtido por meio da microinjecao previa do bloqueador de receptores glutamatergico - acido quinurenico na regiao RVL. A inibicao bilateral da regiao RVL, por meio da microinjecao de glicina, GABA, clonidina e moxonidina, produziu discreta, porem significante, reducao da pressao arterial. O bloqueio de receptores de tais drogas na regiao RVL, por meio das microinjecoes previa de: estricnina, bicuculina, ioimbina e efaroxan bloqueou a reducao da pressao arterial. O bloqueio de receptores angiotensinergicos da regiao RVL pelo sarthran, produziu queda de PA, porem, de magnitude inferior a observada em animais anestesiados. O bloqueio ganglionar simpatico agudo pela administracao intravenosa do hexametonio, produziu queda da PA para niveis considerados espinais agudos. Desta forma, e plausivel supor que, em animais conscientes, a menor queda de PA, quando da inibicao da regiao RVL, seja em parte compensada pela acao de outros pre-motores do simpatico. A hipertensao produzida pela microinjecao de glicina (alta dose) na regiao RVL foi consequencia da ativacao de receptores glutamatergicos do tipo NMDA
Assunto Animais
Ratos
Aminoácidos excitatórios
Pressão arterial
Sistema vasomotor
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 98 p. ilus.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 98 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17116

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta