Papel da cirurgia no tratamento do neuroblastoma

Papel da cirurgia no tratamento do neuroblastoma

Título alternativo The role of surgery on treatment of neuroblastoma
Autor Abib, Simone de Campos Vieira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Schettini, Sergio Tomaz Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Com o objetivo de avaliar o papel da cirurgia no diagnostico do neuroblastoma, o melhor procedimento cirurgico para trata-lo, as complicacoes resultantes do tratamento cirurgico e a influencia de fatos histologicos da biologia do tumor no resultado do tratamento cirurgico, estudamos 79 casos tratados na UNIFESP-EPM num periodo de I anos. Trinta e quatro (43,1 por cento) eram do sexo feminino e 45 (56,9 por cento) do masculino. Houve predominancia de pacientes do grupo etnico branco, numa relacao de 1,7:nao branco. O local predominante foi o abdominal (70,9 por cento) e os Estadios avancados corresponderam a 81 por cento da casuistica 40 pacientes (50,6 por cento) morreram e o tempo de SV medio foi de 30 meses. O sexo e a etnia nao influenciaram no resultado, assim como as complicacoes cirurgicas, e embora frequentes e graves, nao foram significantes estatisticamente na chance de sobrevida. Entretanto, tiveram influencia significante na sobrevida a idade (p = O,050), o local (p = O,O1, o estadio e o tipo de procedimento cirurgico (p = O,014), sendo a resseccao completa recomendada mesmo nos Estadios avancados. A resseccao pos-QT e mais segura nos estadios avancados (p = O,035). Foram revistas e reclassificadas histologicamente 32 casos, havendo relacao entre histologia e idade, localizacao, estadiamento, evolucao e tipo de procedimento cirurgico. Entretanto, nao foi possivel a analise estatistica. Recomendamos biopsia a ceu aberto. Concluimos que a cirurgia tem importante papel na coleta de material adequado e suficiente para diagnostico e avaliacao dos fatores prognosticos histologicos, imuno-histoquimico e de biologia molecular. A resseccao completa do tumor deve ser o objetivo da cirurgia, pois teve significancia estatistica no resultado. As complicacoes cirurgicas sao frequentes e provocam morbi-mortalidade. Entretanto, mesmo que ocorram, o impacto da resseccao completa na sobrevida justifica o risco das complicacoes. Ha relacao entre histologia, fatores prognosticos e evolucao
Assunto Neuroblastoma
Cirurgia geral
Idioma Português
Data 1998
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1998. 117 p. tabgarf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 117 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17140

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta