Construção de uma base de conhecimento de um sistema de apoio à decisão no diagnóstico dos transtornos do espectro da esquizofrenia

Construção de uma base de conhecimento de um sistema de apoio à decisão no diagnóstico dos transtornos do espectro da esquizofrenia

Título alternativo The development of knowledge base of expert system for diagnosis of the spectrum od schizophrenia disorders
Autor Razzouk, Denise Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mari, Jair de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A Inteligencia Artificial desenvolve sistemas inteligentes que sao instrumentos promissores para auxiliar o medico na tomada de decisao a cerca de um diagnostico ou de uma terapeutica. A necessidade de desenvolver metodologias padronizadas e avaliar estes sistemas e fundamental antes de utiliza-los no campo clinico. Poucos estudos elaboraram e testaram os sistemas de apoio a decisao no dominio do diagnostico da Esquizofrenia. O uso de tais ferramentas em areas complexas do conhecimento e com alto grau de incerteza pode auxiliar no ensino e na pratica clinica do especialista. Objetivos: Este estudo visa elaborar uma base de conhecimento sobre o diagnostico da Esquizofrenia, baseada em um experto da area, verificar a validade de face e de criterio do modelo obtido e verificar a contabilidade entre examinadores no preenchimento do questionario de itens contidos na base de conhecimento, elaborado para compor a interface do sistema. Metodo: Amostra: Apos um estudo piloto com tres expertos, foi selecionado um experto da area de Esquizofrenia para a extracao do conhecimento. Instrumentos: Foram utilizadas entrevistas abertas mediante a apresentacao de 11 casos clinicos, em formato de vinhetas, oriundos de prontuarios de ambulatorios do Departamento de Psiquiatria da Unifesp/EPM. Procedimento: Durante o periodo de 18 meses, foram realizadas entrevistas qualitativas com um experto da area de Esquizofrenia Destas entrevistas foram extraidos os principais elementos do raciocinio diagnostico em forma de grafos de decisao. O conhecimento obtido foi organizado e formalizado em algoritmos e em uma tabela de decisao. Foi elaborado um questionario de sintomas e dados m todos os itens contidos na base de conhecimento. Procedeu-se a verificacao da atraves confiabilidade entre 3 observadores para este instrumento, atraves de 38 vinhetas clinicas. Foi avaliada a validade de face e de criterio do modelo comparando-o com o padrao-ouro (experto). Analise estatistica: Foi feito o calculo do kappa de Cohen para verificar a confiabilidade entre os observadores e a concordancia entre os diagnosticos com o padrao-ouro. Resultados: Os valores de kappa entre os examinadores l e 2 foram baixos e entre 2 e 3 foram moderados a bons. A validade de criterio do modelo apresentou bons indices para o diagnostico de certeza (k= O,67 -O,74) de Esquizofrenia e indices moderados para os diagnosticos duvidosos (O,45-0,67). Conclusao: Este trabalho apresenta ...(au)
Assunto Esquizofrenia/diagnóstico
Inteligência artificial
Sistemas especialistas
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 227 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 227 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17168

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta