Aspectos morfologicos do ovario de camundongos sob a acao do anabolizante hexoestrol

Aspectos morfologicos do ovario de camundongos sob a acao do anabolizante hexoestrol

Título alternativo Morphological aspects of the ovary from female mice treated with the anabolic hexoestrol
Autor Oliveira, Joaquim Moraes de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Os anabolizantes sao hormonios que podem atuar na sintese proteica, aumentando o tecido muscular e como consequencia o peso do animal. Nesse trabalho avaliou-se a acao prolongada do anabolizante hexoestrol sobre o ovario de camundongas. Utilizamos 15 camundongas adultas da linhagem Swiss, distribuidas aleatoriamente , em tres grupos a saber: GI - Camundongas injetadas mensalmente com O,2ml do hormonio hexoestrol na concentracao de 3mg/kg; GII - Camundongas que receberam mensalmente injecao de O,4ml de hexoestrol na concentracao 6mg/kg; GIII Femeas pertencentes ao grupo controle que receberam apenas injecao de agua destilada, isto e, animais nao submetidos a acao do anabolizante. Os tres grupos foram submetidos ao experimento por um periodo de seis meses. Apos trinta dias da ultima injecao, os animais foram sacrificados apos anestesia e os ovarios coletados e fixados em formol 10 por cento, por um periodo de 72 horas. Apos isto, as pecas foram processadas para analise em microscopia de luz e de laminas coradas por hematoxilina e eosina. O exame das laminas histologicas revelou maior concentracao de celulas intersticiais no ovario dos animais que receberam hexoestrol na dose de 6mg/kg. Observou-se menor concentracao de foliculos ovarianos maduros e ausencia de corpos luteos nas camundongas tratadas com 3mg/kg ou 6mg/kg de hexoestrol. A histometria das celulas intersticiais mostrou volume nuclear maior nos animais que foram tratados com hexoestrol do que os animais do grupo controle. Conclui-se que ocorre aumento do volume e do numero de celulas intersticiais do ovarios de camundongas tratadas com hexoestrol, independente da dose. Os resultados morfologicos sugerem ainda haver disturbio na morfologia ovariana o que pode resultar na diminuicao da ovulacao nestes animais tratados com hexoestrol
Assunto Ovário
MORFOLOGIA
Camundongos
Tecido Conjuntivo
Idioma Português
Data 2000
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2000. 54 p. ilus.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 54 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17196

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta