Prevalência de demência em uma população de idosos residentes na comunidade.

Prevalência de demência em uma população de idosos residentes na comunidade.

Título alternativo Prevalence of dementia, in a cohort of elderly residents in the communidad
Autor Montaño, Maria Beatriz Marcondes Macedo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ramos, Luiz Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Com o envelhecimento populacional, aumenta a prevalencia de doencas cronicas, entre elas a Demencia, que adquire carater epidemico e se torna, atualmente, um grave problema de Saúde publica. Esta sindrome se caracteriza por declinio de memoria adquirido e de outra funcao intelectual superior, associados a mudancas no comportamento e personalidade, produzindo prejuizo no desempenho psico-social. O diagnostico e essencialmente clinico. O diagnostico diferencial e frequentemente dificil de se fazer, principalmente com a condicao mais frequente que afeta a memoria entre os idosos: Declinio Cognitivo Associado a Idade. Objetivo: Determinar a Prevalencia de Demencia em uma coorte de idosos residentes na comunidade, sobreviventes apos dez anos de acompanhamento, classificando-os em normais, questionaveis, Demencia leve, moderada e grave. Metodologia: Utilizou-se o Mini-Mental State Examination SE), para o rastreamento de deficit cognitivo entre os 440 idosos da coorte. Foram selecionados todos os individuos que obtiveram menos que 26 pontos (provaveis casos de deficit cognitivo compativel com Demencia) e uma sub-amostra dos idosos que obtiveram escores maiores ou iguais a 26 (provaveis normais). Os individuos selecionados foram avaliados e classificados pelo Clinical Dementia Rating (CDR) em: normais, questionaveis, Demencia leve, moderada e grave. A classificacao do CDR foi comparada a alguns testes neurocognitivos e criterios diagnosticos do DSM-IV e NINCDS-ADRDA. Calculou-se, a partir desta classificacao, a prevalencia de Demencia para toda coorte. Resultados: Ao analisar a classificacao da Demencia pelo CDR em relacao aos testes de evolucao de lista de palavras, evocacao, fluencia, trilha e relogio, verificou-se associacao estatisticamente significante. As pontuacoes no MMSE tambem apresentaram correlacao significante com a classificacao CDR, e construiu-se uma curva ROC para determinar a melhor nota de corte deste teste para esta populacao, sendo 25 pontos ou mais o melhor corte, com uma sensibilidade de 77.7 por cento e especificidade de 61.6 por cento. A concordancia entre CDR...(au)
Assunto Demência
Idoso
Prevalência
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 124 + 34 anexo) p. tabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 124 + 34 anexo) p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17288

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta