Estimulacao ventricular programada em pacientes com cardiopatia chagasica cronica e taquicardia ventricular tratados com amiodaroma ou sotalol

Estimulacao ventricular programada em pacientes com cardiopatia chagasica cronica e taquicardia ventricular tratados com amiodaroma ou sotalol

Título alternativo Programmed ventricular stimulation in patients with chronic chagasic cardiomyopathy and ventricular tachycardia treated with amioddarone or sotalol
Autor Leite da Silva, Luiz Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar o papel da estimulacao ventricular programada em predizer a eficacia a longo prazo no tratamento de pacientes com cardiopatia chagasica cronica e taquicardia ventricular sustentada (TVS) tratados com amiodarona ou sotalol. Foram estudados 115 pacientes com cardiopatia chagasica cronica e taquicardia ventricular sintomatica diagnosticada pelo eletrocardiograma ou Holter, nos quais o estudo eletrofisiologico foi realizado apos a impregnacao com drogas antiarritmicas da classe III (amiodarona ou sotalol). Foram incluidos pacientes com TVS espontanea, nos quais a estimulacao ventricular programada foi realizada apos o uso das drogas antiarritmicas da classe III, independentemente da mesma ter sido realizada previamente sem drogas antiarritmicas. Tambem foram incluidos os pacientes que apresentaram taquicardia ventricular nao sustentada (TVNS) espontaneamente, nos quais a TVS monomorfica foi induzida sem drogas antiarritmicas e que, subsequentemente, foram submetidos a um novo procedimento apos o uso das drogas antiarritmicas da classe III. A estimulacao ventricular programada, utilizando ate 3 extra-estimulos, foi realizada apos a impregnacao com amiodarona (600-1000 mg/dia/7 a 10 dias) ou sotalol (320 mg/dia). De acordo com a resposta a estimulacao ventricular programada os pacientes foram divididos em 3 grupos: Grupo I - pacientes em que nenhuma TVS foi induzida apos a impregnacao das drogas antiarritmicas; Grupo II - pacientes com TVS indutivel sem colapso hemodinamico; Grupo III - pacientes com TVS indutivel com colapso hemodinamico. Setenta e oito pacientes apresentaram TVS espontanea (67,8 por cento) e 37 TVNS (32,2 por cento). A media de idade dos pacientes foi de 52n10 anos, 69 eram do sexo masculino (60 por cento). Dezenove pacientes (16,5 por cento) apresentavam insufiCiência cardiaca avancada (classe funcional 111/IV). A media da fracao da ejecao do ventriculo esquerdo foi de 48,6 por cento n14 por cento (20 por cento a 80 por cento, mediana de 48 por cento). Trinta e nove pacientes (33,9 por cento) apresentavam fracao de ejecao menor que 40 por cento. Vinte e tres pacientes (20 por cento) foram incluidos no grupo I, 45 (39 por cento) no grupo II e 47 (41 por cento) no grupo III. As caracteristicas clinicas basais foram semelhantes nos tres grupos, exceto pelo menor numero de pacientes do masculino no grupo I...(au)
Assunto Taquicardia Ventricular
Amiodarona
Sotalol
Cardiomiopatia Chagásica/fisiopatologia
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 161 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 161 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17320

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta