scFv de anticorpo monoclonal anti-idiopático 6.C4 mimetiza o antígeno carcinoembrionário in vitro

scFv de anticorpo monoclonal anti-idiopático 6.C4 mimetiza o antígeno carcinoembrionário in vitro

Título alternativo scFv of anti-idiotypic monoclonal antibody mimics carcinoembryonic antigen in vivo
Autor Pignatari, Graciela Conceição Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Han, Sang Won Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Antigeno carcinoembrionario (CEA) e um marcador tumoral para canceres de origem epitelial expresso na maioria dos adenocarcinomas gastrointestinais e e um alvo importante para imunoterapias de cancer. Por ser expresso durante a vida fetal, CEA nao e imunogenico para humanos. Dessa maneira, para possibilitar o seu reconhecimento pelo sistema imunologico, e necessario que mecanismos de tolerancia sejam rompidos. O anticorpo monoclonal anti-idiotipo para CEA, MAb 6.C4, mimetiza a estrutura tridimensional de um epitopo do CEA. Portanto, esse anticorpo ou seus genes podem ser utilizados para a quebra da tolerancia a CEA e, consequentemente, auxiliar no combate ao tumor. Neste trabalho, nos construimos uma molecula de cadeia unica do fragmento variavel, conhecida como scFv (single chain Fv), contendo os genes codificadores das regioes variaveis das cadeias pesada (FVH) e leve (FvL), isolados do hibridoma produtor do Mab 6.C4. O objetivo dessa construcao e demonstrar o funcionamento do gene scFv-6.C4 em bacterias e em celulas de camundongo, visando seu uso para vacina de DNA contra canceres. O produto do gene scFv-6.C4 clonado no vetor pCANTAB5E e expresso em bacterias foi reconhecido por anticorpos especificos ao CEA, MAb 5.D11 e MAb 1.F5H2 por meio de ensaio de competicao. Por immunoblotting, nao foi possivel detectar nenhum sinal, provavelmente devido a alteracao conformacional da scFv6.C4 nas condicoes eletroforeticas. Para expressar a scFv-6.C4 em celulas de mamiferos, nos construimos dois vetores de expressao: pcDNA3/scFv-6.C4 e pcDNA3-PS/scFv-6.C4. Ambos vetores sao derivados do vetor pcDNA3, o qual foi alterado para expressar a scFv-6.C4 intracelularmente ou extracelularmente. Para avaliar o funcionamento destes vetores, nos transfectamos as celulas da linhagem de fibroblasto de camundongo, NIH3T3, com as duas construcoes. A expressao da scFv-6.C4 foi avaliada em nivel de transcricao por RT-PCR e em nivel de traducao por immunoblotting e imunofluorescencia in situ. Por RT-PCR, que nao foi um ensaio quantitativo, pudemos verificar a expressao do gene em ambas as construcoes, utilizando-se os oligonucleotideos especificos...(au)
Assunto Fragmentos de imunoglobulinas
Antígeno carcinoembrionário
Engenharia genética
Expressão gênica
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 106 p. ilus.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 106 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17329

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta