Avaliação do perfil de sensibilidade e dos mecanismos de resistência as quinolonas em amostras de Escherichia coli isoladas de pacientes com infecção do trato urinário na America Latina

Avaliação do perfil de sensibilidade e dos mecanismos de resistência as quinolonas em amostras de Escherichia coli isoladas de pacientes com infecção do trato urinário na America Latina

Título alternativo Evaluation of the antimicrobial susceptibility profile and mechanisms of resistence to quinolones among Escherichia coli isolates collected from patients with urinary tract infection in the Latin America
Autor Gales, Ana Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Sader, Helio Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A infeccao do trato urinario e uma das doencas infecciosas mais comuns diagnosticadas em pacientes ambulatoriais e hospitalizados. Atraves do programa SENTRY, 262 amostras de Escherichia coli foram coletadas de pacientes hospitalizados com infeccao do trato urinario em seis paises da America Latina. O perfil de sensibilidade a varios antimicrobianos e a avaliacao dos mecanismos de resistencia as quinolonas foram avaliadas por esse estudo. menos de 50 por cento das amostras de E. coli foram sensiveis as penicilinas de amplo espectro como ticarcilina (MIC50, >128 mg/mL) e piperacilina (MIC50, 64 mg/mL). Somente 2,7 por cento das amostras foram confirmadas como produtoras de ESBL. Os compostos que apresentaram a maior taxa de sensibilidade (100,0 por cento) foram os carbapenensm, seguidos pela amicacrna (98,1 por cento). A resistencia a ciprofloxacina foi muito alta (21,8 por cento) entre as amostras estudadas. Tambem foi observada a resistencia cruzada as outras quinolonas testadas, gatifloxacina (19,5 por cento) and levofloxacina (20,2 por cento). A caracterizacao molecular da resistencia as quinolonas foi realizada atraves da amplificacao das regioes determinantes de resistencia as quinolonas dos genes gyrA e parC pela tecnica de PCR seguida pelo sequenciamento dos respectivos amplicons. A caracterizacao molecular da E. coli resistentes a ciprofloxacina que a maioria delas apresentava duas mutacoes no gene gyrA e uma mutacao simples no gene parC.. Para determinar se as amostras de E. coli sensiveis a ciprofloxacina ja poderiam apresentar mutacoes nos genes gyrA e parC, 12 das 205 E. coli sensiveis a ciprofloxacina exibindo concentracoes inibitorias minimas (MICs) para ciprofloxacina £0,015 mg/mL e 0,5 mg/mL foram validas. As amostras com MICs £0,06 mg/mL nao apresentaram nenhuma mutacao nos genes gyrA e parC...(au)
Assunto Escherichia coli
Quinolonas
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 121 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 121 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17495

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta