Avaliação quantitativa da esteatose hepática pela tomografia computadorizada

Avaliação quantitativa da esteatose hepática pela tomografia computadorizada

Título alternativo Quantitative evaluation of fatty liver by computed tomography
Autor Shigueoka, David Carlos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Szejnfeld, Jacob Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: estudar a eficácia da tomografia computadorizada na avaliaçao quantitativa da esteatose hepática e estabelecer critérios para a sua classificaçao. Métodos: foram estudados 24 pacientes com diagnóstico de esteatose hepática confirmado por biópsia e obtidas as medidas dos coeficientes de atenuaçao do fígado e do baço, sem a utilizaçao de meio de contraste iodado por via venosa. Os pacientes foram divididos em 3 grupos, de acordo com a avaliaçao histológica semiquantitativa da gordura presentes nos hepatócitos. Resultados: a utilizaçao dos coeficientes de atenuaçao do figado em valores absolutos mostrou-se superior na discriminaçao dos grupos quando comparada a diferença dos coeficientes de atenuaçao do figado e do baço, que na atualidade constitui o critério diagnóstico mais utilizado na prática clínica. Na análise comparativa dos coeficientes de atenuaçao do figado, divididos quanto a graduaçao histológica, observou-se diferença estatisticamente significante entre os grupos com esteatose leve e moderada e valores muito próximos da diferença mínima significante entre os grupos com esteatose moderada e acentuada. A correlaçao dos percentis 2,5 por cento e 97,5 por cento para cada grau histológico mostrou pequena sobreposiçao .dos valores dos coeficientes de atenuaçao entre os grupos com esteatose de grau leve e moderado e nenhuma sobreposiçao entre os graus moderado e acentuado. Sao propostos valores de coeficientes de atenuaçao, definidos em faixas, acima de 56 unidades Hounsfield, entre 56 e 32 e abaixo de 32 unidades para a classificaçao tomográfica em graus leve, moderado e acentuado respectivamente. Este critério mostra concordância tomográfica e histológica em 87,5 por cento dos casos nesta casuística. Conclusao: a tomografia constitui método diagnóstico útil na avaliaçao quantitativa da esteatose hepática, utilizando-se os coeficientes de atenuaçao do figado, em valores absolutos.
Assunto Fígado gorduroso
Tomografia computadorizada por raios X
Análise quantitativa
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 60 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 60 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17614

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta