Infecções da corrente sanguínea primárias hospitalares por estafilococos coagulase negativos em pacientes adultos: fatores de risco associados a letalidade e significado do número de hemoculturas positivas

Infecções da corrente sanguínea primárias hospitalares por estafilococos coagulase negativos em pacientes adultos: fatores de risco associados a letalidade e significado do número de hemoculturas positivas

Título alternativo Coagulase-negative staphylococci primary nosocomial bloodstream infections in adults: risk factrs for death, and significance of number of positive blood cultures
Autor Correa, Luci Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Wey, Sergio Barsanti Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: descrever a epidemiologia das infeccoes da corrente sanguinea hospitalares por ECN, avaliar os fatores de risco associados a letalidade e a importancia do numero de hemoculturas positivas em relacao a evolucao clinica dos pacientes. Metodos: foi realizado um estudo de coorte prospectivo no Hospital Universitario de Genebra. Foram analisadas todas as hemoculturas com crescimento de ECN entre 1º de abril de 1995 a 30 de abril de 1998. Um caso de bacteremia primaria hospitalar por ECN foi definida como paciente adulto com crescimento de ECN em um ou mais pares de hemocultura associado com sinais clinicos de infeccao, na ausencia de infeccao por ECN em outro local. O obito foi associado a infeccao da corrente sanguinea por ECN se houve evidencia de infeccao persistente ou estreita relacao entre o episodio de bacteremia e o obito, isto e, a bacteremia causando a falencia ou comprometimento de um orgao ou sistema. Para analisar as diferencas clinicas e quanto ao prognostico, foi realizada a comparacao entre os pacientes com um par de hemoculturas positivas e aqueles com dois ou mais pares de hemoculturas positivas. Tambem foi realizada a analise dos pacientes com um par de hemoculturas positivas, que evoluiram para obito e dos pacientes com um par de hemoculturas positivas, que sobreviveram, atraves de um estudo do tipo nested case-control. Resultados: 234 pacientes foram incluidos no estudo (mediana de idade, 58 anos). No momento da bacteremia os 163 pacientes com apenas um par de hemoculturas positivas possuiam: menor tempo de hospitalizacao previamente ao episodio de bacteremia comparado aos 71 pacientes com dois ou mais pares de hemoculturas positivas, (17,5 versus 27 dias, p=0,025); maior intervalo de tempo para deteccao do crescimento do ECN apos a colheita da hemocultura (3,1 versus 2,5 dias, p=0,001); estiveram mais frequentemente em unidades de terapia intensiva previamente a bacteremia (97!163 vs. 27/71, p=0,002); receberam menos frequentemente tratamento adequado (53/163 vs. 58/71, p<0,001). Nao houve diferenca nos dois grupos em relacao ao diagnostico de admissao, a gravidade da doenca de base, presenca de neutropenia ou idade. A mortalidade global foi maior, embora nao significante, entre os pacientes com um par de hemoculturas positivas: 15,3 por cento vs. 7 por cento em 14 dias apos a bacteremia e 21 por cento vs 11 por cento aos 28 dias (p=0,08). A mortalidade associada a infeccao foi...(au)
Assunto Infecções Bacterianas
Infecção Hospitalar
Circulação Sanguínea
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 111 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 111 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17636

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta