Estudo morfometrico e imuno-histoquimico de ductos biliares intra-hepaticos em fetos e neonatos normais e na atresia das vias biliares extra-hepaticas

Estudo morfometrico e imuno-histoquimico de ductos biliares intra-hepaticos em fetos e neonatos normais e na atresia das vias biliares extra-hepaticas

Título alternativo Morphological and immunohistochemical study of intrahepatic bile ducts in normal fetus, newborn and in biliary extrahepatic atresia
Autor Yamaguti, Diva Carvalho Collarile Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A atresia das vias biliares extra-hepaticas resulta de destruicao progressiva dos ductos biliares por processo inflamatorio e esclerosante que, se nao tratado, evolui para cirrose biliar secundaria. As alteracoes morfologicas mais marcantes sao colestase e acentuada proliferacao ductular. Em alguns casos ha ductopenia e ou os ductos assumem a configuracao embrionaria primitiva (malformacao da placa ductal). A etiologia e desconhecida, talvez resultante de processo malformativo durante a embriogenese. Desmet (1998) sugeriu que a malformacao da placa ductal nesses pacientes indica que a lesao ductal comeca na vida fetal, quando essas estruturas ainda se apresentam na configuracao de placa ductal. Objetivos: estabelecer o padrao de colangiopatia na atresia biliar, avaliar o diametro dos ductos biliares intra-hepaticos, a atividade proliferativa e o padrao de imunorreatividade das citoqueratinas nesses ductos, estudando paralelamente essas caracteristicas em fetos e neonatos. Metodos: 35 biopsias hepaticas de criancas com atresia biliar, 21 casos de fetos e neonatos e 10 casos de biopsias normais como controle, realizadas entre 1991 e 1999. Os fragmentos teciduais foram submetidos a metodo imuno-histoquimico com anticorpos anticitoqueratinas 7 e 19. Num subgrupo de 24 pacientes com atresia biliar, 21 fetos e neonatos e 10 de biopsias normais, utilizou-se dupla marcacao com citoqueratina 8 e PCNA. A analise morfometrica foi realizada em imagem digitalizada, com sistema computadorizado. Em cada caso mediu-se o diametro externo medio de 10 ductos. Para avaliacao da atividade proliferativa o numero medio de celulas ductais e hepatocitos contados foi de 200, com aumento de 400 x. Resultados: Nos fetos e neonatos, ate a 172 de idade gestacional, observamos apenas hepatoblastos circundando ramos venosos, imunorreativos para CK 8 e 19. Entre a 24 e a 402 semanas, diversas fases de formacao e remodelamento de ductos biliares puderam ser observadas. Imunorreatividade para a CK 7 foi detectada somente a partir da 252 semana. Os padroes de colangiopatia na atresia biliar formaram 4 sub-grupos: malformacao da placa ductal (28,57 por cento), ductopenia (20 por cento), malformacao da placa ductal e ductopenia (8,57 por cento) e caracteristicas apenas de padrao obstrutivo (42,86 por cento).O diametro externo medio dos ductos biliares foi menor nas criancas com atresia e nos fetos do que no grupo controle, nao havendo diferenca nos diferentes...(au)
Assunto Ductos Biliares Intra-Hepáticos
Imuno-Histoquímica
Feto
Atresia Biliar
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 164 p. ilustabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 164 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17751

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta