Mensuracao do acido hialuronico na urina de pacientes portadores de carcinoma urotelial de diferentes graus de malignidade

Mensuracao do acido hialuronico na urina de pacientes portadores de carcinoma urotelial de diferentes graus de malignidade

Título alternativo Urinary hyaluronic acid measurement in urothelial carcinoma
Autor Pinto, Luiz Eduardo Cafe Cardoso Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O acido hialuronico (AH), um glicosaminoglicano da matriz extra-celular, esta associado a diversos tipos de neoplasias inclusive o cancer do epitelio transicional de bexiga (CET). Neste trabalho, nos comparamos a concentracao urinaria do AH em pacientes com e sem CET. Utilizou-se um metodo fluorimetrico (ELISA-like) para quantificar o AH e o grau de hidratacao dos pacientes foi normalizado com a creatinina urinaria (AH/Cr). As neoplasias da bexiga foram classificadas de acordo com a recente classificacao da Organizacao Mundial de Saúde (WHO/ISUP,1998). O grupo controle constituiu-se de 24 individuos com doenca urologica e ausencia de CET e o grupo de estudo foi formado por 28 pacients com CET: 08 baixo potencial de malignidade (BPM); 09 baixo grau de malignidade (BG); e 11 alto grau de malignidade (AG). O AH/Cr foi significativamente maior nos doentes com cancer em relacao aos controles (34,6 versus 2,7 ng/g; p<0,0001). O AH/Cr tambem encontrava-se maior nos subgrupos BG e AG em relacao ao BPM e controle (47,2 versus 2,8 ng/g; p<0,0001). A sensibilidade foi de 66,7 por cento e a especificidade de 95,8 por cento no diagnostico do CET de qualquer grau utilizando o ponto de corte de 5,0 ng/g. Utilizando o ponto de corte de 30 ng/g observamos sensibilidade de 81,8 por cento e especificidade de 100 por cento no diagnostico do CET de alto grau. Este e o primeiro trabalho analisando o AH urinario como um marcador do CET utilizando a nova classificacao WHO/ISUP. O AH urinario demonstrou ser um metodo nao-invasivo, util no diagnostico do CET, especialmente em tumores clinicamente significativos e e um potencial marcador para o grau histologico e recorrencia tumoral
Assunto Glicosaminoglicanas
Ácido Hialurônico
Neoplasias da Bexiga Urinária
Idioma Português
Data 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 51 p. tabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 51 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17815

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta