A Saúde mental no nordeste da Amazonia: estudo de pescadores artesanais

A Saúde mental no nordeste da Amazonia: estudo de pescadores artesanais

Título alternativo The mental health in the northeast of the Amazon region: study of the artisan fishermen
Autor Bezerra, Benedito Paulo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este estudo tem como foco principal a Saúde mental de pescadores artesanais de Vigia-PA, municipio localizado no nordeste da Amazonia cuja atividade economica mais importante e a pesca. Sua realizacao visou a atingir os seguintes objetivos: a) determinar a prevalencia de transtornos mentais em pescadores artesanais no municipio de Vigia; b) comparar a prevalencia dos transtornos mentais da populacao de pescadores com a populacao de nao pescadores do mesmo municipio; c) correlacionar as variaveis demograficas com os diferentes transtornos mentais. Os transtornos mentais foram identificados atraves do Composite International Diagnostic interview (CIDI) aplicado a duas amostras (221 homens pescadores e 230 homens moradores nao pescadores). A estimativa geral de prevalencia para as duas amostras foi de 21,7 por cento e a distribuicao das prevalencias por diagnostico da CID 10 apresentou o seguinte quadro: tabagismo (17,3 por cento), uso abusivo do alcool (9,5 por cento) e dependencia do alcool (4,4 por cento), uso abusivo e dependencia de cannabis (1,6 por cento), uso abusivo e dependencia de cocaina (0,4 por cento), esquizofrenia (1,6 por cento), transtorno delirante (1,6 por cento), mania (0,4 por cento), transtorno bipolar (0,4 por cento), distimia (1,6 por cento), agorafobia (2,0 por cento), ansiedade generalizada (0,4 por cento), somatizacao (0,2 por cento), transtorno doloroso somatico persistente (4,4 por cento), transtorno motor dissociativo (0,4 por cento), anestesia e perda sensorial dissociativa (0,9 por cento) e transtorno de estresse pos-traumatico (6,4 por cento). Foram encontrados mais diagnosticos na amostra dos pescadores do que na amostra dos moradores nao pescadores tanto na vida como no ultimo ano p<0,001. O fator associado mais importante a apresentar um transtorno mental entre o conjunto das variaveis consideradas foi ser pescador. Constatou-se uma proporcao maior de associacoes entre os diagnosticos identificados na amostra dos pescadores artesanais e as variaveis demograficas do que entre as patologias encontradas na amostra dos moradores nao pescadores e as variaveis consideradas no estudo. Esses resultados refletem uma realidade epidemiologica mais grave para os pescadores artesanais, enfatizando a preocupacao central do estudo: a Saúde mental dos pescadores artesanais, grupo social de grande relevancia na regiao
Assunto Transtornos Mentais/epidemiologia
Psiquiatria
Idioma Português
Data 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 86 p. tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 86 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17826

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta