Estudo das sequelas em otorrinolaringologia de pacientes clinicamente curados para leishmaniose cutaneo-mucosa da amazonia

Estudo das sequelas em otorrinolaringologia de pacientes clinicamente curados para leishmaniose cutaneo-mucosa da amazonia

Título alternativo Study of otorhinolaringologic sequels on patients clinicaly heals of mucocutaneous leishmaniasis in amazonia-Brazil
Autor Sousa, Renato Telles de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O acometimento mucoso na Leishmaniose Tegumentar Americana e principalmente nasobucofaringolaringeo, com complicacoes de infeccoes, mutilacoes e alteracoes da qualidade de vida. Objetiva-se, neste estudo, avaliar, qualificar e quantificar os seguimentos de pacientes com Leishmaniose Tegumentar Mucosa (UM), clinicamente curados com queixas otorrinolaringologicas(ORL) e correlacionar o grau de morbidade com fatores predisponentes. Estudo descritivo, retrospectivo e prospectivo, avaliando trinta e dois pacientes tratados de LTM, com queixas ORL divididos por grupos de acometimento: Grupo I - pacientes com lesoes exclusivamente nasais; Grupo 11 - pacientes com lesoes exclusivamente orais; Grupo III - pacientes com lesoes nasobucofaringolaringeas e Grupo IV - pacientes com queixas ORL por outras causas. Prevaleceu o acometimento no sexo masculino 78 por cento, em idade produtiva, onde o extrativismo da seringueira era a principal atividade na epoca da Leishmaniose Cutanea Primaria. A forma clinica, predominante em 92 por cento deles, foi de Leishmaniose Mucosa Secundaria. Nesta, 94 por cento compreendia o Grupo I, onde predominou a ampla perfuracao do septo nasal em 64 por cento dos pacientes. 0 paciente com a mais grave sequela nao se enquadrou na classificacao dos grupos, embora fosse preponderantemente oral e laringea. Embora no comprometimento mucoso, nas Leishmanioses, nao haja registro de letalidade, a morbidade e decorrente das sequelas funcionais, ocasionando sinusite de repeticao, obstrucao nasal, cacosmia, epistaxe, disfonia, dispneia e disfagia, alem das alteracoes esteticas que limitam e/ou marginalizam o doente no convivio social
Assunto Otolaringologia
Leishmaniose
Leishmaniose Mucocutânea
Idioma Português
Data 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 83 p. ilus.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 83 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17850

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta