Perfil de glicosaminoglicanos na bexiga uretra de ratas castradas tratadas com estrogênio, progestogênio e com raloxifeno

Perfil de glicosaminoglicanos na bexiga uretra de ratas castradas tratadas com estrogênio, progestogênio e com raloxifeno

Título alternativo Castrated rat urethra and bladder glycosaminoglycans profile after estrogen, progestogen and raloxifene therapy
Autor Deus, José Miguel de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Girão, Manoel João Batista Castello Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Foram estudadas 60 ratas adultas, sendo que 50 foram submetidas a ooforectomia bilateral. Apos quatro dias, foram distribuidas em cinco grupos com 10 animais; cada um recebeu, por 30 dias consecutivos, o seguinte tratamento: I estrogenios conjugados equinos; 2- estrogenios conjugados equinos associados ao acetato de medroxiprogesterona; 3- acetato de medroxiprogesterona: 4- raloxifeno e 5-placebo. Os animais foram sacrificados ao final do experimento. Dos 10 animais de cada grupo, restaram, ao final do estudo, oito no grupo 1, sete no grupo 2, nove nos grupos 3 e 4, oito no grupo 5 e sete no grupo 6 (nao castradas). Procedeu-se a retirada das bexigas e uretras para extracao de po seco desses orgaos e dosagem dos glicosaminoglicanos sulfatados, por densitometria apos eletroforese em gel de agarose, e do acido hialuronico, por ensaio fluorimetrico ELISA-LIKE. Os glicosaminoglicanos encontrados na bexiga e uretra foram os sulfatados (dermatam sulfato e heparam sulfato) e o acido hialuronico. O hipoestrogenismo determinou menor conteudo de glicosaminoglicanos sulfatados na bexiga. A reposicao isolada de estrogenios conjugados equinos diminuiu ainda mais os glicosaminoglicanos sulfatados. Ja a reposicao de estrogenios conjugados equinos e acetato de medroxiprogesterona reverteu o efeito da castracao. O hipoestrogenismo aumentou, na bexiga, a relacao de dermatam sulfato/heparam sulfato. Tanto a terapia estrogenica e progestogenica isolada ou combinada, e a com raloxifeno, reverteram este efeito. O hipoestrogenismo reduziu o conteudo de acido hialuronico na bexiga. A estrogenioterapia isolada reverteu esta alteracao, mas a adicao de medroxiprogesterona anulou o efeito estrogenico. Na uretra, o raloxifeno diminuiu o conteudo de glicosaminoglicanos sulfatados. Nas ratas castradas submetidas a reposicao estrogenica, ocorreu diminuicao na relacao de dermatam sulfato/heparam sulfato comparando-se as ratas submetidas a terapia estroprogestativa, progestativa ou com raloxifeno e tanto quanto as ratas nao castradas. O conteudo de acido hialuronico na uretra nao se alterou com o hipoestrogenismo nem com a terapeutica estrogenica e/ou progestogenica ou com raloxifeno
Assunto Glicosaminoglicanas
Sistema Urinário
Estrogênios
Medroxiprogesterona
Raloxifeno
Glycosaminoglycans
Urinary Tract
Estrogens
Medroxiprogesterona
Raloxifene
Idioma Português
Data 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 68 p. ilustab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 68 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17875

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta