Estudo morfologico comparativo de anastomoses colo-colicas por uma variante tecnica de invaginacao com anastomoses realizadas em plano unico extra-mucoso

Estudo morfologico comparativo de anastomoses colo-colicas por uma variante tecnica de invaginacao com anastomoses realizadas em plano unico extra-mucoso

Título alternativo Comparative morphological study between colonic invaginating anastomoses and one-layer extramucosal anastomoses
Autor Kanto, Renato Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A ocorrencia de deiscencias e fistulas nas anastomoses do colo permanece como uma complicacao temivel na pratica cirurgica. Ao longo dos seculos, variados procedimentos foram elaborados para enfrentar este problema, incluindo a anastomose por invaginacao. O objetivo deste estudo foi verificar a eficacia da anastomose colo-colica por invaginacao quando comparada a executada em plano unico extramucoso. Foram utilizados 28 caes sadios, sem raca definida, somente do sexo masculino, com peso medio de 12,3Kg, separados em dois grupos iguais: grupo I com anastomose em plano unico extramucoso, grupo II com anastomose por invaginacao. Cada grupo foi subdividido em dois subgrupos iguais, A ou B, e para cada um deles foi estabelecido um periodo de observacao de pos-operatorio de 7 e 21 dias, respectivamente. Os animais foram submetidos a seccao completa do intestino grosso, de 7 a l0cm da reflexao peritoneal, e a reconstrucao do transito foi feita com fio de poligalactina 910 3 zeros em um plano unico extramucoso, mas nos animais do grupo II foi invaginado, previamente, o segmento de colo de 3cm com a seromiotomia circunferencial proximal. Os aspectos macroscopicos analisados foram: a presenca de abaulamento, deiscencia ou secrecao da ferida cirurgica, a evidencia de sinais inflamatorios e aderencias, a demonstracao de deiscencias e fistulas da anastomose e o indice de estenose. As particularidades histologicas avaliadas foram: a presenca de infiltrado inflamatorio, fibrose reparativa, neoformacao vascular e integridade das tunicas. A cada caracteristica macro e nucroscopica foi atribuida uma pontuacao, baseada na intensidade ou presenca, resultando em um escore de medida quantitativa da anastomose. Nao houve ocorrencia de mortes ou fistulas. Apenas um animal do grupo II apresentou deiscencia parcial da anastomose, todavia sem significancia estatistica ou repercussoes clinicas. A cicatrizacao das anastomoses, quando avaliada pelos criterios escolhidos, mostrou comportamento analogo entre os grupos estudados. Concluiu-se que os resultados das duas tecnicas empregadas foram iguais nas condicoes adotadas
Assunto Anastomose Cirúrgica
Cães
Colo
Cirurgia Colorretal
Idioma Português
Data 2001
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2001. 79 p. ilustabgraf.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 79 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17881

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta