Efeitos da manobra de recrutamento alveolar na troca gasosa na sindrome do desconforto respiratorio agudo experimental, importancia dos niveis de PEEP utilizados

Efeitos da manobra de recrutamento alveolar na troca gasosa na sindrome do desconforto respiratorio agudo experimental, importancia dos niveis de PEEP utilizados

Título alternativo Effects of pulmonary recruitment maneuver on the gas exchange in experimental acute respiratory discress syndrome, importance of PEEP levels
Autor Damasceno, Marta Cristina Pauleti Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: A ventilacao mecanica pode causar injuria pulmonar quando ocorre a hiperdistensao dos alveolos abertos pelo uso de altas pressoes e de altos volumes inspiratorios ou o colabamento dos mesmos pelo baixo nivel de PEEP podem induzir a injuria pulmonar. Com os baixos volumes correntes utilizados e niveis de PEEP preconizados para serem utilizados (acima do ponto de inflexao inferior calculado pela curva PxV) o pulmao nao esta totalmente recrutado. Manobras de recrutamento podem ser necessarias para abrir os alveolos colapsados. Objetivos: Este trabalho tem como objetivo principal verificar a importancia do nivel de PEEP para manter o pulmao recrutado apos a manobra de recrutamento (MR) utilizando pressao de insuflacao pulmonar de 50 cm H20. Metodos: Foram estudados 18 caes com lesao pulmonar induzida pela injecao endovenosa de acido oleico (0,08m1/Kg), ventilados com volume corrente 8 a 10 ml/Kg, frequencia respiratoria (FR) media de 25-30 rpm, Fracao inspirada de oxigenio de 100 por cento, PEEP de 8 cm H20, que foram divididos aleatoriamente em 3 grupos: Grupo A: PEEP elevado (PEEP18 cm H20), Grupo B: MR e PEEP elevado (PEEP=18 cm H20) e Grupo C: MR e PEEP baixo (PEEP = 8 cm H20). A manobra de recrutamento foi realizada com pressao de insuflacao de 50 cm H20 sustentada por 6 segundos, 3 vezes consecutivas. Resultados: No grupo A houve aumento significante e gradativo da Pa02 durante o experimento atingindo niveis, semelhante ao grupo B apos 15 minutos. No grupo B a Pa02 aumentou apos (MR) mas diminuiu apos 15 minutos. No grupo C a Pa02 aumentou apos a (MR) mas comecou a diminuir apos 2 minutos. A PaC02 aumentou nos grupos A e C significativamente apos a (MR) mas nao alterou no grupo B. A complacencia pulmonar nao alterou nos 3 grupos estudados apos a MR'. A RM melhora Pa02, PEEP elevado mantem Pa02 ate 15 minutos apos (MR) enquanto PEEP baixo nao mantem e PEEP alto ou (MR) tem resultado similar na melhora da Pa02. Conclusao: A manobra de recrutamento aumentou a Pa02 que se mantem ate 15 minutos quando se utiliza PEEP = 18cmH20. Com a PEEP de 8cmH20, a Pa02 aumenta apos a MR comeca a diminuir apos 2 minutos. Com a utilizacao de PEEP elevada(18cmH20) a Pa02 aumenta gradativamente e apos 15 minutos atinge valores semelhantes as obtidas com manobra de recrutamento
Assunto Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido
Respiração Artificial
Respiração com Pressão Positiva
Idioma Português
Data 2002
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2002. 59 p. tab.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 59 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/17916

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta