Deslocamento anterior do disco da articulacao temporomandibular

Deslocamento anterior do disco da articulacao temporomandibular

Título alternativo Temporomandibular joint disc anterior displacement: signs an symptoms assessment
Autor Ariano, Laura Maria Piva Nicoletti Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Os objetivos deste trabalho foram: avaliar a relacao entre sinais e sintomas e os deslocamentos dos discos da ATM, compatibilidade da avaliacao por imagem e por necropsia, e, a existencia de uma evolucao natural da afeccao. Metodos: O metodo utilizado foi a pesquisa da literatura, utilizando as bases de dados Medline, PubMed, Web o f Science, Lilacs, BBO e os unitermos: clinical diagnostic criteria and TMD, temporomandibular joint disc, articular disc disorders classification, classification diagnostic temporomandibular disorders, classification disorders temporomandibular joint, disc deslocation and TMJ, disc displacement and TMJ, diagnostico clinico de DTM, desordens do disco articular, classificacao das DTM. Foi realizada tambem a pesquisa manual em capitulos de livros e na bibliografia dos trabalhos selecionados. Foram incluidos os artigos com estudos em seres humanos, inclusive estudos em especimes anatomicos obtidos em necropsia, escritos nas linguas portuguesa e inglesa. Resultados e Discussao: Os trabalhos selecionados mostraram que nao ha condicoes para uma analise baseada em evidencias, pois as investigacoes possuem defiCiências quanto aos controles, nao sao randomizadas, nao especificam os criterios de inclusao e exclusao, a metodologia da avaliacao clinica nao e sistematizada, entre outros. Por outro lado, a pratica clinica envolvendo anamnese e exame, sao os principais instrumentos para o diagnostico dos deslocamentos do disco articular e seus tipos, sendo a IRM e o exame necroscopico, considerados o padrao ouro para confirmacao. Conclusoes: O presente estudo concluiu que o diagnostico clinico de deslocamento do disco articular com reducao e sem reducao, tem sido realizado pelos autores atraves da avaliacao clinica, tendo em vista as diferencas nos sons articulares, na dinamica articular e dor. A metodologia das investigacoes analisadas nao permite uma conclusao baseada em evidencias. A sensibilidade e especificidade da avaliacao clinica foram consideradas baixas, mas a anamnese e exame clinico sao os principais meios diagnosticos. Ha indicios que pode haver uma evolucao nas desordens do disco, iniciando com DDCR, seguindo para DDSR e dai para alteracoes degenerativas
Assunto Articulação Temporomandibular
TRANSTORNO DA ARTICULACAO TEMPOROMANDIBULAR
Sinais e Sintomas
Idioma Português
Data 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 55 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 55 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18774

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta