Sorologia da histoplasmose

Sorologia da histoplasmose

Título alternativo serology of histoplasmosis: immunoenzimatic reaction evaluation using crude exoantigen and purified antigens for diagnostic purposes
Autor Bachi, Andre Luis Lacerda Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Histoplasmose e uma doenca causada pelo fungo Histoplasma capsulatumObjetivo: Pacientes com ARJ diferem, nao so na apresentacao clinica da doenca ou na atividade inflamatoria, mas tambem em termos de sintomas de dor e incapacidade funcional. O proposito desse estudo controlado foi investigar o impacto dos aspectos clinicos da ARJ poliarticular sobre o sono. Metodos: Vinte e um pacientes com ARJ poliarticular, selecionados consecutivamente, foram submetidos a um questionario sobre o sono, avaliacao do comprometimento funcional (CHAQ< ACR), da limitacao articular (EPM-ROM pediatrica), avaliacao global dos pais e do medico e a uma escala de dor. O estudo polissonografico noturno foi realizado apos uma noite de adaptacao, analisado de forma cega e realizada a analise espectral para quantificacao da atividade alfa nos sono de ondas lentas. Os resultados foram comparados com 20 controles saudaveis, pareados quanto a Idade aos pacientes. Resultados: Embora nao se tenha observado diferenca significante entre os grupos com relacao as queixas, a polissonografia mostrou evidente fragmentacao do sono nos pacientes com ARJ, com aumento da vigilia apos iniciado o sono (WASO) ) (p<0,001), nos indices de movimentos periodicos de membros (PLM) (p=0,02), e de movimentos isolados de membros (LM), despertares breves, assim como atividade alfa no sono NREM(p<0,01, todos). Entre os pacientes com ARJ, as alteracoes de sono mais frequentes foram o aumento de WASO naqueles com maior comprometimento funcional (pelo CHAQ) (p=0,04); atividade alfa no sono NREM; em pacientes com queixa de dor (p<0,001); naqueles com mais que 4 articulacoes inflamadas (p=0,02) e naqueles com EPM=ROM >1 (p+0,03), diferencas de movimentos isolados de membros, foram mais observados entre os pacientes mais comprometidos (CHAQ e EPM=ROM), p<0,05 e naqueles que referiam rigidez matinal (p,0,001). Correlacao substancial foi verificada com rigidez matinal e PLM ou LM (Sr=0,75 e Sr=0,74, p<0,001, ambos), assim como entre maior dor e atividade alfa no sono NREM (Sr=0,74, p<0,001). Conclusao: A dor e a limitacao tem um importante papel nas anormalidades do sono em pacientes com ARJ poliarticular em atividade , encontrado em solos contaminados com excrementos de aves e morcegos. O diagnostico clinico nao e facil, pois diferentes quadros podem ter o mesmo aspecto. Testes comumente utilizados para seu diagnostico, como fixacao de complemento (FC) e imunodifusao (ID), apresentam defiCiências, como perda de especificidade e sensibilidade, principalmente quando a doenca esta na sua fase aguda. Com o intuito de avaliar e padronizar os testes de ELISA para deteccao de anticorpos e de antigenos circulantes (por inibicao de ELISA) e Western blot para o diagnostico da histoplasmose utilizamos, primeiramente, como antigeno uma preparacao bruta (exoantigeno) que foi oxidada com metaperiodato de sodio para eliminacao da parte glicidica. Os primeiros testes realizados revelaram a ocorrencia de reatividade cruzada com soros heterologos e com soros humanos normais. Em Western blot a observacao dessa reatividade cruzada deu-se mais intensamente na fracao de 94 kDa. Em ELISA a ocorrencia de reacoes cruzadas foi verificada, pois ocorreu justaposicao dos desvios padroes referentes aos soros testados, nao podendo distingui-los. Este fato levou-nos a realizar a purificacao dos antigenos imunodominantes, as fracoes de 94 e 120 kDa e testa-las por ELISA Observamos que reacoes cruzadas ainda ocorreram mesmo com o uso de metaperiodato de sodio. Realizamos, entao, absorcao dos soros homologos, heterologos e normais com celulas leveduriformes de P. brasifensis Verificamos que a reatividade cruzada diminuiu, porem com este procedimento ainda nao podemos separar os soros homologos dos heterologos. Como ultima etapa deste estudo, avaliamos a eficacia do teste de inibicao de ELISA utilizando antigeno bruto e as fracoes purificadas de 94 e 120 kDa. Observamos que, apesar de ter sido detectado e antigenos circulantes nos soros, esta tecnica nao e viavel de ser empregada com fins diagnosticos, pois nao foia(au)
Assunto Histoplasmose
Histoplasma
Testes Sorológicos
Idioma Português
Data 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 86 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 86 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18776

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta