Influencia da via de parto na morbidade e mortalidade de conceptos em apresentacao cefalica com peso entre 1.000 3 2.500 gramas

Influencia da via de parto na morbidade e mortalidade de conceptos em apresentacao cefalica com peso entre 1.000 3 2.500 gramas

Título alternativo Influence of delivery in morbidity and mortality in newborns in the vertex presentation weighting 1.000 and 2.500 grams
Autor Guimaraes, Ronney Antonio Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Avaliar a influencia da via de parto no determinismo da morbidade e mortalidade de recem-nascidos, parturidos em apresentacao cefalica, com peso entre 1.000 e 2.500 gramas e obter dados que tragam subsidios a assistencia a parturicao, nesta faixa de peso, compativeis a realidade local. Metodos: Estudo transversal comparativo, atraves da avaliacao de prontuarios de parturientes e recem-nascidos assistidos na Maternidade Pro-Matre de Vitoria - ES, entre 1° de janeiro de 1996 e 31 de dezembro de 2002. Dentre 36.074 partos, selecionou-se 743 prontuarios, que preencheram os seguintes criterios de inclusao: trabalho de parto desencadeado espontaneamente, fetos em apresentacao cefalica e peso fetal entre 1.000 a 2.500 gramas. Na identificacao da morbidade, as variaveis avaliadas foram: via de parto; peso do recem-nascido; indice de Apgar (menor que 7 ao 1°. e / ou 5°. minuto de vida); Sindrome de desconforto respiratorio e tempo de internacao hospitalar (acima de 4 dias). Para a estimativa do indice de mortalidade neonatal intra-hospitalar, considerou-se o relato de obitos ocorridos apos o parto ate a alta hospitalar, expressos em percentagem. Realizou-se a analise estatistica atraves da divisao dos recem-nascidos de acordo com o peso em: Grupo 1: 1.000│- 1-1.500g; Grupo 2:1.500 │-2.OOOg e Grupo 3: 2.000 │- 2.500g. Nas tres faixas de peso, subdividiu-se de acordo corn a via de parto vaginal ou cesariana. Atraves da analise descritiva, o total de recem-nascidos foi dividido em: grupo de morbidade, quando nao ocorreu obito, e grupo de mortalidade, quando resultou nesse. Realizou-se analise comparativa, atraves de tabelas cruzadas, dos fatores associados a morbidade com a via de parto, em cada grupo de peso especificado. Apos deteccao da faixa de peso, em que houve morbidade estatisticamente significativa, em relacao a via de parto, estudou-se a relacao dessa com cada variavel isoladamente. O metodo estatistico empregado foram testes nao parametricos: Teste do Qui-quadrado para tabelas 2 X N (COCHRAN, 1954), analise da morbidade e mortalidade entre os grupos e o Teste Exato de Fisher, quando uma ou mais frequencias esperadas tiveram numero de casos menor ou igual a cinco. Em todos os testes, fixou-se em 5 por cento o nivel para rejeicao da hipotese de nulidade. Resultados: A morbidade neonatal esteve presente em 22,6 por cento dos casos e, em relacao a via de parto, foi significativamente maior (p = 0,000) na cesariana. Quanto ao peso, a morbidade tambem esteve aumentada, na cesariana, nos grupos G2 e G3, com diferenca significativa no terceiro (p = 0,000). Quando analisada atraves do indice de Apgar no 1°. e 5°. minutos, nao mostrou diferenca significativa. Em relacao a Sindrome de desconforto respiratorio e tempo de internacao, ocorreu com diferenca significativamente maior (p = 0,010 e p = 0,000, respectivamente), na cesariana, no grupo 3. A mortalidade intra-hospitalar apresentou-se baixa (4,7 por cento) e nao houve diferenca significativa entre as vias (4,5 por cento no parto normal e 6,3 por cento na cesariana). Conclusoes: A orientacao assistencial apurada e que a cesariana per se nao contribuiu para o melhor desfecho neonatal dos recem-nascidos nas tres faixas de peso de parturidos em apresentacao cefalica
Assunto Morbidade
Mortalidade Infantil
Recém-Nascido de Baixo Peso
Prematuro
Idioma Português
Data 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 72 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 72 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18802

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta