Validade de construção e sensibilidade da escala de auto-estima Rosemberg/UNIFESP-EPM em lipoaspiração

Validade de construção e sensibilidade da escala de auto-estima Rosemberg/UNIFESP-EPM em lipoaspiração

Título alternativo Responsiveness and construct validity of the brasilian version of Rosemberg's self-esteem scale
Autor Dini, Gal Moreira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferreira, Lydia Masako Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Sentimentos conscientes e inconscientes sobre o corpo possuem uma importante forca psicologica. A cirurgia plastica pode alterar a aparencia de seus pacientes e, deste modo, alterar nao so o contorno corporal como a auto-imagem e auto-estima. Com a evolucao das Ciências ligadas a area da Saúde, surgem cada vez mais opcoes de tratamentos. Nos ultimos anos, questionarios de medida de qualidade de vida vem sendo largamente utilizados numa escala mundial, incluindo estudos internacionais multicentricos. A escala de Rosenberg e um instrumento desenvolvido nos Estados Unidos da America para avaliar um aspecto da qualidade de vida, que e a auto-estima. Esse aspecto, por estar associado a auto-imagem. parece ser uma medida interessante para avaliar resultado em cirurgia plastica. Para compararmos dados obtidos em estudos semelhantes realizados em populacoes cultural e linguisticamente distintas, e necessaria a padronizacao dos processos de traducao, adaptacao cultural e o teste de suas propriedades de medida (validade, reprodutibilidade e sensibilidade). Esse rigor metodologico assegura a uniformidade dos dados obtidos. Objetivos: Este trabalho tem como objetivo testar a validade de construcao e a sensibilidade responsividade da Escala de auto-estima Rosenberg UNIFESP/EPM em pacientes submetidos a lipoaspiracao. Material e Metodos: Foram operados 54 pacientes de ambos os sexos, com idade media de 28 anos. Estes apresentavam aumento do tecido adiposo no abdome [paciente tipo I (Pitanguy 2000)], associado ou nao a depositos localizados em outras regioes e manifestaram desejo da melhora estetica do contorno corporal. Foram aplicados 3 questionarios de avaliacao de qualidade de vida (Rosenberg - UNIFESP-EPM, Short Form-36, SRQ-20) antes e 6 meses apos o procedimento cirurgico. Resultados: Verifica-se que a lipoaspiracao melhorou as medias das seguintes dimensoes do questionario generico de qualidade de vida Short Form-36: Aspectos emocionais. Aspectos sociais, Saúde mental, Vitalidade, Capacidade funcional, Aspectos fisicos e Estado geral de Saúde. Houve diminuicao das medias para os instrumentos: Escala de Auto-estima Rosenberg - UNIFESP-EPM e SRQ-20. Sendo estas escalas inversas, apontou-se a melhora na qualidade de vida destes pacientes. A regressao demonstrou que 73,2 por cento da variabilidade da Escala de auto-estima foi explicada pelas dimensoes: SRQ-20 e Saúde Mental. Conclusao: A escala de auto-estima de Rosenberg/ UNIFESP-EPM apresentou validade de construcao e bons indices de sensibilidade responsividade em nosso meio
Assunto Qualidade de Vida
Questionários
Testes Psicológicos
Autoimagem
Cirurgia Plástica
Quality of life
Questionnaires
Psychological tests
Self concept
Plastic surgery
Idioma Português
Data 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 192 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 192 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18855

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta