Analise das caracteristicas clinicas dos pacientes com e sem imunodefiCiência primaria, co infeccoes de repeticao, acompanhados no ambulatorio de imunologia pediatrica da UNIFESP/EPM

Analise das caracteristicas clinicas dos pacientes com e sem imunodefiCiência primaria, co infeccoes de repeticao, acompanhados no ambulatorio de imunologia pediatrica da UNIFESP/EPM

Título alternativo Clinical features of primary and non-primary immudeficient patients with recurrent infections followed by UNIFESP/EPM pediatric immunology service
Autor Tavares, Fabiola Scancetti Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: Avaliar as caracteristicas clinicas dos pacientes com infeccoes de repeticao que tenham ou nao PID e os metodos diagnosticos mais uteis para sua identificacao. Casuistica e Metodos: Estudo retrospectivo atraves da analise de medical report dos pacientes acompanhados no ambulatorio de Imunologia Pediatrica da UNIFESP/EPM. Foram analisados 258 pacientes, sendo 132 (38 por cento) portadores de PID e 126 (36 por cento) sem PID. As caracteristicas clinicas enfocadas foram: presenca de atopia, analise nutricional e infeccoes mais frequentes. A abordagem laboratorial incluiu hemograma completo, dosagem de imunoglobulinas sericas e investigacao mais detalhada conforme a abordagem racional da investigacao. Resultados: Nao houve diferenca entre os grupos estudados em relacao ao estado nutricional na primeira consulta. A media de idade da primeira consulta ao ambulatorio foi 7 anos e 7 meses para os PID e 4 anos e 10 meses para os NPID (p<0,001). A maioria dos pacientes (74 por cento) foi encaminhada por pediatras e alergistas. As infeccoes de vias aereas foram manifestacoes infecciosas mais frequentes em ambos os grupos. Comparando a media de episodios de infeccoes entre os grupos observamos diferenca significativa apenas no numero de otites, sinusites e septicemia, maiores no grupo PID. Entretanto, a media do numero de episodios de pneumonias, meningites, internacoes e atendimentos de terapia intensiva foi semelhante entre os grupos. Dos 132 pacientes com PID, 70 (51,5 por cento) tiveram diagnostico provavel com realizacao de hemograma e dosagem de imunoglobulinas. Quanto a classificacao das imunodefiCiências diagnosticadas, as defiCiências predominantemente de anticorpos foram maioria, n=71 (51 por cento), ressaltando-se que apenas 7,5 por cento dos pacientes sao deficientes de IgA (n=10), enquanto nas defiCiências de fagocitos (n=31) 16 pacientes apresentam neutropenia ciclica (11,5 por cento das PID). Conclusoes: As diferencas clinicas entre pacientes com infeccoes de repeticao com e sem PID sao sutis. O hemograma e a dosagem das imunoglobulinas sericas foram os exames que mais contribuiram para o diagnostico de PID
Assunto Doenças do Sistema Imune/congênito
Recidiva
Infecções Bacterianas
Hipersensibilidade
Nutrição em Saúde Pública
Idioma Português
Data 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 95 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 95 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18890

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta