Expressao da enzima conversora de angiotensina I (ECA) nos tecidos renal e cardiaco de ratos Wistar e ratos espontaneamente hipertensos(SHR) com hipertrofia ventricular esquerda

Expressao da enzima conversora de angiotensina I (ECA) nos tecidos renal e cardiaco de ratos Wistar e ratos espontaneamente hipertensos(SHR) com hipertrofia ventricular esquerda

Título alternativo Angiotensin I-converting enzyme (ACE) expression in renal and cardiac tissues from Wistar and spontaneously hypertensive rats (SHR) with left ventricular hypertrophy(LVH)
Autor Fernandes Junior, Joao Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Considerando os estudos recentes de nosso laboratorio, que sugeriram que a forma de 90 kDa e um possivel marcador de hipertensao, o objetivo desta dissertacao foi avaliar a associacao e as possiveis alteracoes na expressao e sintese das isoformas de ECA no modelo de hipertrofia ventricular esquerda, bem como os seus efeitos no tecido renal e cardiaco. Estudamos 4 grupos experimentais denominados: Grupo W2R1 C (A), Grupo SH2R1 C (B), Grupo WSHAM (C) e Grupo SHSHAM (D), que tiveram pressao e peso monitorados durante oito semanas. Ao longo deste periodo, observamos o aumento da pressao dos ratos submetidos a cirurgia (2R1 C) nos Grupos A e B em relacao a seus respectivos controles (SHAM), grupos C e D, assim como os indices de pressao dos grupos B e D apresentaram-se superiores ao dos grupos A e C, respectivamente. O peso medido, ao longo de 8 semanas, dos ratos submetidos a cirurgia (2R1 C), grupos A e B, foi menor que o de seus respectivos controles (SHAM), grupos C e D. Da mesma forma, o peso dos grupos B e D apresentaram-se inferiores ao dos grupos A e C, respectivamente. Utilizando o substrato Z-Phe-His-Leu, a atividade da ECA foi medida no coracao, rim direito e rim esquerdo nos quatro grupos estudados. Nos grupos submetidos a cirurgia (A e B), observamos um aumento na atividade da ECA quando comparados com seus respectivos controles (C e D), como tambem foi observado um aumento da atividade no tecido renal do rim direito do grupo A em relacao ao seu respectivo controle C e aos demais grupos (B e D). A analise por Western blotting demonstrou que os animais W2R1 C e SHR2R1 C expressaram mais ECA do que os animais controles, embora a atividade da ECA nos animais SHR2R1 C nao tenha tido diferencas, sugerindo talvez uma inibicao fisiologica da enzima. Com a utilizacao da tecnica de PCR, utilizando primers construidos especificamente para ECA e verificamos a expressao de um unico RNA mensageiro para a ECA nos diferentes tecidos estudados. Nossos resultados sugerem e evidenciam um importante papel para a ECA local no desenvolvimento da hipertensao renovascular em ratos, sendo que possivelmente as isoformas N-dominio de 65 e 90 kDa, atraves de sua acao na hidrolise de peptideos vasodilatadores somando a sua capacidade de converter a AI em AII, possam colaborar para esse quadro hipertensivo. A magnitude da ativacao da ECA local nesses tecidos demonstrou ser proporcional ao desenvolvimento da hipertensao
Assunto Peptidil Dipeptidase A
Inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina
Hipertrofia Ventricular Esquerda
Hipertensão
Idioma Português
Data 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 85 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 85 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18910

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta