Efeitos do exercício moderado sobre os mecanismos de transdução de sinal em íleo isolado de camundongos C57BL/6

Efeitos do exercício moderado sobre os mecanismos de transdução de sinal em íleo isolado de camundongos C57BL/6

Título alternativo Effects of moderate exercise on signal transduction mechanisms in isolated C57BL/6 murine ileum
Autor Lira, Claudio Andre Barbosa de Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Silva, Antonio Carlos da Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: O impacto do exercicio e da atividade fisica sobre o trato gastroiniesundi C uma area de emergente interesse, principalmente no que se refere aos sintomas gastrointestinais tais como nausea, azia, diarreia e sangramento. Um dos mecanismos propostos para os efeitos indesejados do exercicio sobre o trato gastrointestinal e em outros tecidos tem sido relacionado ao aumento da producao de ROS acima da defesa antioxidante, conduzindo ao estresse oxidativo. Recentemente, entretanto, o interesse foi focado sobre os potenciais beneficios da atividade fisica sobre o trate, gastrointestinal. Embora muitos autores tenham investigado esses efeitos, nenhum deles exploraram as alteracoes celulares, especialmente sobre a reatividade do musculo liso intestinal. Este musculo e classificado como musculo fasico e sua resposta contratil e dependente do potencial de membrana. A estimulacao das celulas musculares lisas intestinais por despolarizacao ou pela ligacao de agonistas resulta na resposta contratil, a qual e caracterizada por variacao rapida e transitoria do tonus, seguida por uma contracao sustentada, conhecida como componentes fasico e tonico. respectivamente. A nossa hipotese era que o exercicio, atuando como um estimulo estressor, possa alterar a sinalizacao celular por interferir no mecanismo de acao, normal de varios hormonios e neurotransmissores que atuam sobre a funcao intestinal Objetivos: O objetivo do presente estudo foi verificar os efeitos de um programa de exercicio aerobio agudo ou cronico sobre a reatividade do ileo de camundongos a diferentes agentes despolarizantes e a agonistas e relacionar com possiveis alteracoes morfologicas e com o nivel de estresse oxidativo do tecido. Materiais o Metodos: 166 camundongos C57BU6, machos, com tres meses de idade- foram divididos em cinco grupos: sedentario (SED), exercicio 10 dias (EX 10dias), exercicio 25 dias (EX 25dias), exercicio 40 dias (EX 40dias) e exercicio 55 dias (EX 55dias). Inicialmente, os camundongos foram aclimatados as condicoes experimentais e a sessao de corrida em esteira de 30 min a 13 m/min por 5 dias sucessivos. O programa de treinamento aerobio consistiu de corrida diaria em esteira a 13-21 m/min por 60 min durante 10, 25, 40 e 55 dias, incluindo a semana de adaptacao. As adaptacoes do animal ao programa de treinamento aerobio foram avaliadas pelo teste incremental maximo, nivel de hipertrofia dos musculos gastrocnemio e masseter e relacao peso umido do coracao/peso corporal. Os efeitos do programa de treinamento na reatividade intestinal foram estabelecidos pela determinacao da potencia e eficacia dos acoplamentos eletro e farmacomecanico a partir de curvas concentracoes em ileo induzida ou por agentes despolarizados, KCl e BaCl2, ou por agonistas, Ach, BK e dois analogos sinteticos da angiotensina II, Suc1-All e Lis2-All, respectivamentea(au)
Assunto Exercício
Intestinos
Camundongos
Idioma Português
Data 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 169 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 169 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18923

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta