Estudo morfologico da pele e das glandulas inguinais de Physalaemus nattereri(Anua, Leptodactydae)

Estudo morfologico da pele e das glandulas inguinais de Physalaemus nattereri(Anua, Leptodactydae)

Título alternativo Morphological study of the skin and the inguinal glands of Physalaemus nattereri(Anura, Leptodactylidae)
Autor Mattos, Rosangela Lenzi de Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo A pele dos anfibios e caracterizada pela presenca de glandulas mucosas, relacionadas a respiracao, reproducao e balanco hidrico e, granulosas, relacionadas a defesa atraves da producao de toxinas. As glandulas granulosas podem, em alguns casos, formar acumulos em certas regioes do corpo, como e o caso das macroglandulas inguinais de Physalaemus nattereri. Tais estruturas, localizadas na regiao posterior ao sacro, formam um par de discos negros associados a um display de defesa passiva conhecido como comportamento deimatico. Este trabalho objetivou o estudo histologico, histoquimico e ultra-estrutural da pele e das macroglandulas inguinais de P. nattereri, relacionando-as com o comportamento deimatico dessa especie. As glandulas mucosas sao acinosas simples, todas aparentemente de um unico tipo, e produzem mucossubstancias acida e neutra. As glandulas granulosas sao sinciciais e apresentam granulos heterogeneos e compactados. As macroglandulas inguinais sao formadas por glandulas granulosas alongadas que, contrastando com as glandulas granulosas do restante de pele, contem granulos pequenos, esfericos e de conteudo proteico. Na derme da pele de todo o corpo, com excecao das macroglandulas inguinais e da regiao inguinal, existe uma camada calcificada bem desenvolvida. A diferenca em morfologia nas glandulas inguinais quando comparada as demais glandulas granulosas da pele, fato que geralmente nao ocorre em outras especies de anuros, e provavelmente reflexo de diferencas nos componentes quimicos das secrecoes, indicando uma especializacao da secrecao toxica dessa regiao na defesa contra predadores. A exibicao das macroglandulas inguinais de P. nattereri para o potencial predador durante o comportamento deimatico deve ser, na maioria das vezes, suficiente para desencoraja-lo de um possivel ataque. No caso da intimidacao nao ser eficaz e de haver insistencia por parte do predador, os granulos toxicos contidos nas macroglandulas devem provavelmente ser eliminados em sua boca. Essa eliminacao deve ser favorecida pela ausencia da camada calcificada nas macroglandulas, que torna essa regiao cutanea mais maleavel do que o restante da pele dorsal
Assunto Anfíbios
Venenos
Idioma Português
Data 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 96 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 96 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18928

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta