Efeito da inibição da enzima conversora da angiotensina na aterosclerose experimental em coelhos diabéticos e hipercolesterolêmicos

Efeito da inibição da enzima conversora da angiotensina na aterosclerose experimental em coelhos diabéticos e hipercolesterolêmicos

Título alternativo Effects of angiotensin converting enzyme inhibition on the experimental atherosclerosis in diabetic and hypercholesterolemic rabbits
Autor Pomaro, Daniel Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ihara, Silvia Saiuli Miki Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Diabetes Mellitus e um importante fator de risco para as doencas cardiovasculares, e a hiperglicemia pode ser crucial na patogenese da funcao endotelial e aterosclerose. O sistema renina-angiotensina, ao estimular a producao de citocinas, exerce efeitos deleterios no desenvolvimento e progressao da aterosclerose. Objetivo: Estudar os efeitos de um inibidor da ECA, quinapril, no desenvolvimento da aterosclerose em coelhos hipercolesterolemicos e com diabete induzida por aloxano. Metodos: Coelhos Nova Zelandia foram tratados com aloxano (100mg/Kg, i.v.) e apos uma semana, estes foram distribuidos em quatro grupos de acordo com os niveis de glicose e tratamento: Nos grupos I e II os niveis de glicose foram &#61619; 250 mg/dL e os grupos III e IV < 250 mg/dL. Os animais dos grupos II e IV receberam 30 mg/dia de quinapril na racao e os coelhos dos quatro grupos tiveram a racao enriquecida com 0,5 por cento de colesterol por 12 semanas. Os seguintes parametros bioquimicos foram analisados nos tempos basal e 12 semanas: glicose, colesterol, triglicerides, hidroperoxidos lipidicos e atividade da ECA. Foram realizadas analises histopatologicas e histomorfometricas da aorta ascendente e toracica. Resultados: Os niveis de glicose plasmatica apos 12 semanas de experimento foram maiores para os grupos I e II quando comparados com os grupos III e IV (432 ± 45 e 514 ± 40 mg/dL vs 142 ± 9 e 156 ± 10 mg/dL). Os niveis de colesterol serico e HDL-C estavam elevados, mas nao diferiram entre os quatro grupos. Os valores de triglicerides foram significantemente maiores para os grupos I e II (509 t 173 e 477 ± 239 vs 199 t 30 e 136 ± 17 mg/dL). A atividade da ECA foi determinada para verificar a acao do quinapril que foi adicionado a racao, constatando-se valor menor na sua atividade nos grupos tratados (II e IV) (4,06 ± 0,38; 2,36 ± 0,33; 3,69 ± 0,27; 2,43 ± 0,66, nM/min/mL). Os hidroperoxidos lipideos determinados pelo metodo de xilenol laranja nao diferiram entre os grupos (25,61 ± 11, 31,28 ± 15,57, 23,76 ± 7,78 e 23,69 ± 13,18 &#61549;mol/L). O quinapril diminuiu o espessamento intimal nas aortas ascendente e toracica, avaliado pela area da intima e relacao intima/media, (0,343 ± 0,101; 0,272 t 0,053; 0,509 t 0,097 e 0,120 t 0,029), maior altura de placa (53,61 ± 10,70; 53.53 ± 5,53; 63.88 ± 8,08 e 28.56 ± 4,00 pm2 ) nos coelhos hipercolesterolemicos com glicose plasmatica < 250 mg/dL tratados com o TECA, mas este efeito protetor nao foi observado no grupo de coelhos diabeticos com glicemia ? 250 mg/dL. O estudo histopatologico das placas foi realizado e foram observadas diferencas entre os grupos de acordo com o tipo de placa, quantidade de macrofagos e celulas musculares lisas. Conclusao: O uso do inibidor da ECA (quinapril) atenuou a instalacao da aterosclerose em aorta de coelhos hipercolesterolemicos; porem altos niveis de glicose aboliram este efeito anti aterosclerotico. `
Assunto Arteriosclerose
Diabetes mellitus experimental
Coelhos
Colesterol
Inibidores da enzima conversora de angiotensina
Idioma Português
Data 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 75 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 75 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18936

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta