Impacto de instrumento de triagem sobre o reconhecimento e evolução da depressão em uma amostra de pacientes idosos atendidos em ambulatório de geriatria de um hospital universitário

Impacto de instrumento de triagem sobre o reconhecimento e evolução da depressão em uma amostra de pacientes idosos atendidos em ambulatório de geriatria de um hospital universitário

Título alternativo Impact of a depression screening instrument on a geriatric outpatient unit
Autor Sanches, Marsal Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Jorge, Miguel Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivos: o objetivo do presente estudo foi o de verificar o impacto da aplicacao de um instrumento de triagem especifico para depressao no idoso (Escala para Depressao em Geriatria) sobre o diagnostico e evolucao da depressao em uma amostra de pacientes idosos atendidos em ambulatorio de geriatria de um hospital universitario. :Material e metodos: 204 pacientes, com idade superior a 65 anos, atendidos no ambulatorio de geriatria de um hospital universitario, foram incluidos no estudo, sendo distribuidos randomicamente em dois grupos: intervencao (n=102) e controle (n=102). Os pacientes do grupo controle foram atendidos segundo a rotina do servico. Para os do grupo intervencao, o medico responsavel pelo atendimento foi instruido a aplicar um instrumento de triagem para depressao (Escala para Depressao em Geriatria) de 30 itens, e a registrar sua conclusao quanto a presenca ou nao de depressao em cada paciente. Posteriormente, os pacientes de ambos os grupos foram submetidos a aplicacao de uma entrevista psiquiatrica estruturada (CAMDEX), da Escala de Hamilton para Depressao (HAM-D) e da Escala de Qualidade de Vida SF-36, por um aplicador treinado, cego para as conclusoes do clinico geral. Seis meses apos a avaliacao inicial, os pacientes de ambos os grupos foram re-submetidos a aplicacao da SF-36 e da HAM-D Resultados: A proporcao de casos de depressao identificados e nao identificados pelos medicos foi semelhante em ambos os grupos. Nao houve diferencas na evolucao da depressao e dos valores da SF-36 entre os grupos intervencao e controle, da avaliacao inicial para a entrevista de seguimento. Conclusoes: Estes achados se encontram de acordo com os dados de literatura, e sugerem que instrumentos de triagem nao deveriam ser implementados como medida isolada visando o aumento na proporcao de casos de depressao corretamente identificados pelo nao-psiquiatra
Assunto Idoso
Depressão
Diagnóstico
Qualidade de vida
Idioma Português
Data 2004
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2004. 148 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 148 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/18943

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta