Características orofaciais, respiratórias e polissonográficas de crianças de 6 a 12 anos com bruxismo

Características orofaciais, respiratórias e polissonográficas de crianças de 6 a 12 anos com bruxismo

Título alternativo Orofacial and polysomnography characteristics in a group of children 6 to 12 years with bruxism
Autor Anselmo, Maria Rita Giovinazzo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Poyares, Dalva Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: O objetivo deste estudo foi comparar as variáveis orofacial e polissonográficas em um grupo de crianças de 6 a 12 anos com e sem bruxismo de uma escola primária. Métodos: Foram avaliadas 128 crianças na faixa etária 6 a 12 anos, de uma escola primária em São Paulo, Brasil. Foram selecionadas aquelas que preencheram os critérios do questionário para o bruxismo, onde responderam positivamente para frequentemente ou muito frequentemente durante uma semana formando o grupo bruxismo (n = 87). As crianças que responderam muito raramente ou nunca, foram selecionados como grupo controle, grupo sem bruxismo (n = 41). Ambos os grupos foram submetidos a avaliação das vias aéreas, orofacial e dentária. No grupo de bruxismo foi realizada polissonografia para confirmar a presença de bruxismo e outros distúrbios do sono potencialmente associados. Resultados: O peso das crianças com bruxismo foi (32,57 9,98), e no grupo controle (36,41 10,45) (p = 0,048). A frequência de dor de cabeça de manhã, foi maior no grupo bruxismo (1,10 0,79) que no grupo controle (0,54 0,64) (p < 0.001). Crianças com bruxismo são mais braquicéfalicas (12,6%) quando comparadas às crianças do grupo controle (0%) (p = 0,008). O padrão muscular facial de crianças com bruxismo variou significativamente em tipo, enquanto no grupo controle a maioria tinha estrutura facial longa (p < 0,001). A dentição do grupo bruxismo variou significativamente em tipo (decídua, mista e permanente), enquanto o grupo controle tinha apenas dentição mista (p = 0,003). A relação supero-inferior no grupo de bruxismo foi mais uma vez, mais variável (regular, profunda, mordida de topo e aberta), enquanto no grupo controle, apenas mordida profunda e aberta foram encontradas (p < 0,001). De forma semelhante, a relação látero-lateral também variou mais entre os padrões (mordida normal, acentuada, mordida cruzada anterior e mordida cruzada do lado), enquanto no grupo controle apenas mordida cruzada lateral foi encontrada (p < 0,001); 62,1% do grupo teste (com bruxismo) apresentou tonsilas palatinas ≤ 70%, enquanto que no grupo controle (sem bruxismo) 36,6% (p = 0,007). Os escores de bruxismo no grupo teste foram significativamente maiores do que no grupo controle (p < 0,001). Finalmente, no grupo de crianças com bruxismo, o número de bruxismo tônico foi significativamente maior no estágio S2 do sono (p = 0,002) e REM (p < 0,001), enquanto o bruxismo fásico ocorreu com maior frequência nos estágio S2 do sono (p = 0,002) e estágio S4 do sono não-REM (p < 0,001). Conclusões: Bruxismo foi frequente na amostra de crianças estudadas e ocorreu mais frequentemente naquelas com menor peso corporal, com melhores índices de padrão respiratório e menos alterações faciais quando comparadas com crianças sem bruxismo. Bruxismo esteve significativamente associado a queixa de cefaléia matinal, sugerindo maior atenção dos profissionais de saúde para esse sintoma nessa faixa etária. Os eventos tônicos e fásicos se distribuem de maneira diferente nos estágios de sono. Os episódios tônicos tendem a ocorrer em crianças mais novas e mais magras, o que sugere fisiopatologia diferente para ambos os tipos de atividade muscular..
Assunto Bruxismo
Polissonografia
Dentição
Idioma Português
Data 2010
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2010. 75 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 75 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19033

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta