Utilização da metformina pelas pacientes com síndrome dos ovários

Utilização da metformina pelas pacientes com síndrome dos ovários

Título alternativo Metformin treatment before and during IVF/ICSI in women with polycystic ovary syndrome u meta-analysis
Autor Tso, Leopoldo de Oliveira Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Silva, Ismael Dale Cotrim Guerreiro da Autor UNIFESP Google Scholar
Pós-graduação Medicina (ginecologia) - São Paulo
Resumo Contexto: a Síndrome dos ovários policísticos (SOP) é caracterizada por anovulação crônica e hiperandrogenismo, que podem se manifestar clinicamente como irregularidade menstrual, sinais de aumento dos androgênios ou infertilidade. Esta afecção é a endocrinopatia mais comum nas mulheres no menacme, acometendo cerca de 5 a 10% destas. A utilização dos sensibilizadores da insulina, como a metformina, é opção terapêutica que tem sido empregada com o objetivo de diminuir tanto o hiperandrogenismo quanto a resistência periférica à insulina, além de auxiliar no restabelecimento da ovulação e, consequentemente, melhorar as taxas de gestação. Objetivo: avaliar a eficácia da utilização da metformina nas taxas de nascidos vivos e de gestação, antes e durante os tratamentos de reprodução assistida nas pacientes com SOP. Métodos: revisão sistemática de ensaios clínicos aleatórios que avaliaram os efeitos da utilização da metformina nas pacientes com SOP que se submeteram aos tratamentos de fertilização in vitro (FIV) ou injeção intracitoplasmática de espermatozóide (ICSI), nos quais descritores e sinônimos para “síndrome dos ovários policísticos”, “fertilização in vitro” e “metformina” foram usados nas seguintes bases de dados eletrônicas até setembro de 2007: Cochrane Central Register of Controlled Trials, meta Register of Controlled Trials, EMBASE, MEDLINE e LILACS. Dois revisores selecionaram, avaliaram a qualidade metodológica e extraíram os dados dos estudos considerados relevantes. Resultados: Seis estudos foram incluídos e 483 pacientes com SOP foram analisadas. A metanálise demonstrou que não houve diferença estatisticamente significante entre o grupo tratado com metformina e o grupo que usou placebo ou não recebeu nenhum tratamento adicional, no que se refere às taxas de nascidos vivos e de gestação, porém o grupo tratado com metformina apresentou menor taxa de Síndrome de hiperestímulo ovariano (SHO) comparado ao grupo controle. Outros parâmetros clínicos e laboratoriais avaliados também foram semelhantes entre os dois grupos. Conclusão: esta revisão sistemática não apresenta evidências suficientes que comprovem que a metformina melhora as taxas de nascidos vivos ou de gestação das pacientes com SOP, que se submetem aos tratamentos de reprodução assistida. Por outro lado, a utilização desta droga, ainda que não aumente a chance de sucesso destes tratamentos, deve ser indicada nessa população de pacientes com o objetivo de diminuir o risco de SHO.

Background: the use of insulin-sensitizing agents, such as metformin, in women with PCOS undergoing ovulation induction or IVF cycles has been widely studied. There is physiologic rationale for believing that supression of insulin levels with metformin might reduce hyperinsulinaemia and hyperandrogenism on ovarian response. As a consequence it improves both pregnancy, and live birth rates. Objectives: the objective of this study is to determine the effectiveness of metformin co-treatment during IVF or ICSI in achieving pregnancy or live birth in women with PCOS. Methods: search strategy – it was searched the Menstrual Disorders and Subfertility Group's trials register, Cochrane Central Register of Controlled Trials, MEDLINE, EMBASE, LILACS, meta Register of Controlled Trials and reference lists of articles. selection criteria – Types of studies: randomized controlled trials (RCTs) comparing metformin treatment with placebo or no treatment in PCOS women who underwent IVF/ICSI treatment. Types of participants: women of reproductive age with anovulation due to PCOS (ESHRE/ASRM 2003) with or without co-existing infertility factors. Types of interventions: metformin versus no treatment or placebo before and during IVF/ICSI treatment. Types of outcome measures: live birth rate, pregnancy and clinical pregnancy rates, fertilization rate, number of oocytes retrieved, total dose of FSH, number of days of gonadotrophin treatment, cycle cancellation rate, miscarriage rate, incidence of ovarian hyperstimulation syndrome (OHSS), incidence of patient reported side effects, serum estradiol level on day of hCG trigger, serum androgen level and fasting insulin and glucose levels. Data collection & analysis: two reviewers extracted the data independently according to the protocol. Method of the randomization, characteristics of the studied groups and allocation concealment were evaluated. Results: six studies were included and a total of 483 PCOS women were analysed. The meta-analysis demonstrates that there is difference between comparison groups, favouring metformin, but not statistically significant in the following outcomes: live birth rate - metformin group (39/136 - 28.7%) and placebo/no treatment group (33/136 - 24.3%) (RR 0.83; 95% CI 0.39 to 1.76) and clinical pregnancy rate - metformin group (71/216 - 32.9%) compared to the placebo/no treatment group (56/210 - 26.7%) (RR 0.80; 95% CI 0.52 to 1.21). However, the meta-analysis of the six RCTs shows that metformin significantly reduces the risk of OHSS at IVF/ICSI cycles (5.7% versus 21.2%, RR 0.27; 95% CI 0.15 to 0.49). Conclusions: this review has found no evidence that metformin treatment before or during ART (assisted reproductive techniques) cycles improves live birth or pregnancy rates. The risk of OHSS in PCOS Abstract 68 patients undergoing IVF/ICSI cycles was reduced with metformin. Further large RCTs are necessary to definitively answer if the use of metformin in PCOS women undergoing ART improves live birth and pregnancy rates.
Assunto Fertilização In Vitro
Síndrome do Ovário Policístico
Metformina
Vírus da Imunodeficiência Felina
Revisão
Idioma Português
Data 2008
Publicado em TSO, Leopoldo de Oliveira. Utilização da metformina pelas pacientes com síndrome dos ovários. 2008. 84 p. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2008.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 84 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19280

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-19280.pdf
Tamanho: 875.4Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta