Representações da paternidade por pais adolescentes cadastrados na estratégia de Saúde da Família de Montes Claros - MG

Representações da paternidade por pais adolescentes cadastrados na estratégia de Saúde da Família de Montes Claros - MG

Título alternativo Representations of fatherhood for teenage parents enrolled in Family Health strategy of Montes Claros - MG
Autor Barbosa, Andra Aparecida Dionízio Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Brêtas, José Roberto da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo [UNIFESP]
Pós-graduação Enfermagem – São Paulo
Resumo A adolescência é um período da vida marcado por conflitos desencadeados por transformações físicas e psicológicas que coloca quem a vive em uma condição de vulnerabilidade constante a diversos agravos. Dentre as situações de risco que envolvem a adolescência, estão a iniciação sexual precoce e a consequente possibilidade da paternidade precoce. Este estudo teve como objetivo identificar as representações da paternidade por adolescentes cadastrados em uma equipe de Saúde da Família de Montes Claros ¿ MG. Trata-se de uma pesquisa qualitativa baseada nos pressupostos da Teoria das Representações Sociais. Os sujeitos foram cinco adolescentes do sexo masculino, pais, com idades entre 17 e 19 anos, cadastrados na Estratégia de Saúde da Família Santo Antônio II e que freqüentavam os grupos de educação em saúde realizados pela equipe na Escola Municipal Jason Caetano, localizada na abrangência do serviço. A coleta de dados foi realizada entre maio e setembro de 2009 e o instrumento utilizado foi a entrevista semi-estruturada. Os dados foram analisados à luz do referencial teórico adotado. Através dos resultados, verificou-se que a paternidade significou, para os sujeitos da pesquisa, mudança e caminho rápido em direção ao mundo adulto, principalmente pela necessidade de uma postura mais responsável diante da vida. A paternidade teve também significância de sustento para o filho e companheira e uma mistura de alegria e medo diante da nova realidade. A notícia da paternidade chegou como surpresa para todos os adolescentes pesquisados e a reação inicial da maioria foi a de negação. A nova realidade após o advento da paternidade foi marcada pela incorporação do trabalho como parte do cotidiano. Outros resultados marcantes foram o papel da família ajudando na aceitação da paternidade pelo adolescente e o desejo de alguns de serem, para seus filhos, pais diferentes dos distantes ou mesmo ausentes que tiveram. O estudo demonstrou a necessidade de que os serviços de saúde elaborem estratégias de educação em saúde voltadas para os adolescentes masculinos no sentido de prevenir a paternidade precoce.

The adolescence is a period of life marked by conflicts triggered by physical and psychological transformations that puts the teenager in a constant condition of vulnerability to various aggravating. Among the risky situations involving teens, are the early sexual initiation and the consequent possibility of early parenthood. This study aimed to identify the representations of fatherhood by teenagers enrolled in a Family Health group from Montes Claros, MG. This is a qualitative research based on the Theory of Social Representations. The subjects of this research were 5 male teenagers, parents, aged between 17 and 19 years old, enrolled in the Family Health Strategy Santo AntonioI I that attended to the groups of health education carried out by the team at the Municipal School Jason Caetano, located in the neighborhood that offers that service. The data collection was conducted between May and September of 2009 and the instrument used was a semi structured interview .The data were analyzed based on the theoretical referential adopted. The results showed that the early fatherhood meant a quick way toward the adult world, especially the necessity for a more responsible life. The fatherhood also had significance to maintain the child and the wife,and a mixture of joy and fear of the new reality they were facing. The news of paternity came as a surprise to all teenagers and most of them initially neglected the fact. The new reality after the advent of parenthood was marked by the incorporation of work as part of their everyday life .Others remarkable findings of this research were: the role of the family helping the teenagers to accept the fatherhood,and the desire of some of these teens to be for their children different fathers,not distant or even absent as their fathers were in their lives. This way there is a need the health services develop strategies for health education aimed at male teens in order to prevent early fatherhood.
Assunto Adolescente
Paternidade
Idioma Português
Data 2010
Publicado em BARBOSA, Andra Aparecida Dionízio. Representações da paternidade por pais adolescentes cadastrados na estratégia de Saúde da Família de Montes Claros - MG. 2010; 82 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2010.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 82 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/19287

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Tese-12531.pdf
Tamanho: 403.2Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta