Contagem diferencial das células do líquido cefalorraquiano pelo método da sedimentação gravitacional facilitada: conceito de normalidade

Contagem diferencial das células do líquido cefalorraquiano pelo método da sedimentação gravitacional facilitada: conceito de normalidade

Título alternativo Normal differential cerebrospinal fluid cell count with the sedimentation technique
Autor Brandão, Carlos Alberto Google Scholar
Reis Filho, João Baptista dos Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Cisternal or lumbar cerebrospinal fluid (CSF) specimens of 59 healthy persons were examined for differential cell count with a new improved sedimentation chamber, similar to that one of Sayk. The purpose of this study was to compare our results to those already described in the literature. Techinical care was taken in order to increase the accuracy of this investigation and it consisted mainly of counting all the existing cells in the preparation, and not only 100 cells or a lesser number, recorded in percentage. The results of this survey have shown that the normal mean values for the CSF cytomorphology are 58.8 per cent lymphocitic cells, 41.0 per cent monocytoid cells, and 0.2 per cent neutrophilic granulocytes. These figures are in good agreement with those already reported by numerous authors, when we consider the lymphocytic and monocytoid cells, but they revealed a fact seldom seen reported: the possibility of a few neutrophilic granulocytes as a constituent of the normal CSF cytomorphology.

O estudo citológico diferencial de amostras de LCR sub-aracnóideo cisternal ou lombar foi feito em 59 pessoas sem doença atual e com composição normal deste, líquido orgânico. Os preparados com as células foram obtidos com a câmara de sedimentação gravitacional facilitada de Reis. A finalidade deste trabalho foi confrontar estes resultados com aqueles já estabelecidos na literatura especializada. Um cuidado especial foi tomado para obter maior fidelidade de informação, o qual consistiu na enumeração de todas as células existentes no sedimento e não somente 100 células ou número menor, expresso em percentagem do total. O resultado desta pesquisa mostrou que o quadro citológico diferencial normal é constituído, em média, por 58,8% de células linfocitárias, 41,0% de células monocitóides e 0,2% de granulócitos neutrófilos. Estes números concordam com aqueles assinalados na literatura, na parte referente às proporções relativas de células linfocitárias e células monocitóides, porém revelam um fato raramente referido, que é a possibilidade da presença de raros granulócitos neutrófilos no quadro citológico diferencial normal do LCR.
Idioma Português
Data 1984-06-01
Publicado em Arquivos de Neuro-Psiquiatria. Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO, v. 42, n. 2, p. 140-145, 1984.
ISSN 0004-282X (Sherpa/Romeo)
Editor Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Extensão 140-145
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X1984000200006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-282X1984000200006 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/193

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-282X1984000200006.pdf
Tamanho: 1.843Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta