Relação entre diagnóstico citopatológico de neoplasia intra-epitelial cervical e índices de células CD4+ e de carga viral em pacientes HIV-soropositivas

Relação entre diagnóstico citopatológico de neoplasia intra-epitelial cervical e índices de células CD4+ e de carga viral em pacientes HIV-soropositivas

Título alternativo Association of cervical intraepithelial neoplasia with CD4 T cell counts and viral load in HIV-infected women
Autor Coelho, Raquel Autran Autor UNIFESP Google Scholar
Facundo, Autor UNIFESP Google Scholar
Nogueira, Aline Leite Autor UNIFESP Google Scholar
Sakano, Célia Regina Souza Bezerra Autor UNIFESP Google Scholar
Ribalta, Julisa Chamorro Lascasas Autor UNIFESP Google Scholar
Baracat, Edmund Chada Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: to correlate the type of cervical lesion diagnosed by Pap smear with CD4 cell counts and HIV-RNA viral load in HIV-positive patients. METHODS: one hundred and fifteen HIV patients were evaluated retrospectively in the present study, during the period from January 2002 to April 2003, at a university hospital. Eighty-three patients presented cervical intraepithelial neoplasia (CIN) in Pap smear, in comparison with thirty-two with no lesions. Patients were divided into three groups, according to CD4 counts: CD4 more than 500 cells/mm³, between 200 and 500 cells/mm³, and less than 200 cells/mm³, and other three groups, according to HIV viral load: less than 10,000 HIV-RNA copies/mL, between 10,000 and 100,000 HIV-RNA copies/mL, or more than 100,000 HIV-RNA copies/mL. Correlation was investigated by the Fisher test. RESULTS: of the eighty-three patients with CIN, 73% presented CD4 counts less than 500 cells/mm³. In all CD4 groups, more than 50% of the patients presented CIN. According to the viral load, 71.7% of the patients with less than 10,000 HIV-RNA copies/mL presented CIN I, compared with 11.3% that showed CIN III. In the group with higher viral load (>100.000 HIV-RNA copies/mL), 61.5% showed CIN I and 30.8% presented CIN III. CONCLUSION: association between viral load and CIN was established (p=0.013), which was not observed with CD4 cell counts and CIN. Concomitant cervicovaginal infection was considered a potential confounding factor.

OBJETIVVO: relacionar a gravidade de lesão cervical diagnosticada por exame citopatológico à contagem de células CD4+ e à carga viral de RNA-HIV em pacientes HIV-soropositivas. MÉTODOS: foram avaliadas retrospectivamente, por meio de revisão de prontuários, 115 pacientes HIV-positivas atendidas em ambulatório de hospital universitário, no período de janeiro de 2002 até abril de 2003. Oitenta e três casos apresentaram diagnóstico de neoplasia intra-epitelial cervical (NIC) ao exame citopatológico, e trinta e dois, exames sem alterações. Todas as pacientes apresentavam contagem de células CD4+ e carga viral à época do exame. Os casos foram distribuídos quanto ao índice de células CD4+ em três grupos: CD4 acima de 500 cel/mm³, entre 200 e 500 cel/mm³ ou abaixo de 200 cel/mm³, e, em outros três grupos, quanto à carga viral de HIV: menor do que 10.000 cópias RNA-HIV/mL, entre 10.000 e 100.000 cópias RNA-HIV/mL ou maior do que 100.000 cópias RNA-HIV/mL. A verificação da hipótese de associação foi realizada por meio do teste exato de Fisher. RESULTADOS: das 83 pacientes com NIC citopatológico, 73% apresentaram contagem de células CD4+ abaixo de 500 células/mm³. Em qualquer das faixas de contagem de células CD4+, mais da metade das pacientes apresentavam NIC I citopatológico. Quanto à carga viral de HIV, 71,7% das pacientes com menor carga viral de HIV apresentaram NIC I, ao passo que 11,3% revelaram NIC III. Já no grupo com maior carga viral (100.000 cópias/mL), em 61,5% do total de pacientes o exame citopatológico foi compatível com NIC I, e 30,8% com NIC III. CONCLUSÃO: houve evidência de associação entre carga viral e NIC (p=0.013), não sendo observado o mesmo em relação à contagem de linfócitos CD4+. A presença de infecção secundária cervicovaginal foi considerada possível fator confundidor.
Assunto Cervical intraepithelial neoplasia
HIV
Pap smear
AIDS
Colo do útero: lesões pré-neoplásicas
Colpocitologia
HIV
AIDS
Idioma Português
Data 2004-03-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 26, n. 2, p. 97-102, 2004.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Editor Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 97-102
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032004000200003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72032004000200003 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2020

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0100-72032004000200003.pdf
Tamanho: 44.56Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta