Retinopatia solar após ritual religioso na cidade de Londrina

Retinopatia solar após ritual religioso na cidade de Londrina

Título alternativo Occurrence of solar retinopathy after religious ritual in Londrina, Paraná, Brazil
Autor Sampaio, Elaine Regina Ferraresi Google Scholar
Casella, Antonio Marcelo Barbante Autor UNIFESP Google Scholar
Farah, Michel Eid Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Estadual de Londrina Departamento de Oftalmologia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo PURPOSE: To present a series of patients with solar retinopathy after direct solar observation during a religious ritual in Londrina City, Paraná, Brazil. METHODS: 24 patients with visual alterations were evaluated after their participation in a religious ritual. Data of the initial and final visit after 6 months of follow-up are presented and include best corrected visual acuity, refraction, color fundus picture, macular biomicroscopy, Amsler's screen and contrast sensibility. RESULTS: A total of 24 cases was reported. Of these, 21 (87.5%) were females and 3 (12.5%) males. Age varied from 18 to 46 years. A total of 43 eyes were damaged. The lesion was bilateral in 19 (79.2%) patients and in 5 (20.8%) it was unilateral. The initial visual acuity ranged from 20/20 to 20/70, and the final visual acuity was 20/25 or better in 40 (93%) eyes. Of these, 33 (76.7%) eyes reached 20/20 or the last follow-up visit. Only 2 (4.6%) eyes presented alteration in the sensibility to contrast and 3 (6.9%) remained with persistent scotoma. CONCLUSION: This is the largest series of solar retinopathy after religious ritual. The cases herein presented showed a quite favorable evolution. However recovery of visual acuity is not complete, once scotoma and residual metamorphopsia persisted in a few patients.

OBJETIVO: Relato de uma série de casos de retinopatia solar após a observação direta do sol durante ritual religioso na cidade de Londrina. MÉTODOS: 24 pacientes com alteração da visão após participarem de ritual religioso, foram avaliados quanto à acuidade visual inicial e final, após 6 meses, refração, biomicroscopia de mácula, retinografia, tela de Amsler e sensibilidade ao contraste. RESULTADOS: 24 casos foram relatados. Destes, 21 (87,5%) eram mulheres e 3 (12,5%) eram homens. A idade variou de 18 a 46 anos. Houve acometimento de 43 olhos. A lesão foi bilateral em 19 (79,2%) pacientes e unilateral em 5 (20,8%). A acuidade visual inicial variou de 20/20 a 20/70 e a final foi de 20/25, ou melhor, em 40 (93%) olhos. Destes, 33 (76,7%) olhos alcançaram 20/20. Apenas 2 (4,6%) olhos ficaram com alteração da sensibilidade ao contraste e 3 (6,9%) ficaram com escotoma persistente. CONCLUSÃO: Este é o maior relato de casos de retinopatia solar após ritual religioso. A retinopatia solar apresenta evolução bastante favorável. No entanto, a acuidade visual não apresenta recuperação completa da visão. Os pacientes podem ficar com escotoma e metamorfopsia residual.
Assunto Eye
Retina
Visual acuity
Sunlight
Cerimonial behavior
Olho
Retina
Luz solar
Acuidade visual
Comportamento ritualístico
Idioma Português
Data 2004-04-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 67, n. 2, p. 271-275, 2004.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 271-275
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492004000200016
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492004000200016 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2064

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27492004000200016.pdf
Tamanho: 158.9Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta