Tratamento farmacológico da dependência do álcool

Tratamento farmacológico da dependência do álcool

Título alternativo The pharmacologic treatment of the alcohol dependence
Autor Castro, Luís André Autor UNIFESP Google Scholar
Baltieri, Danilo Antonio Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Resumo The pharmacological intervention can play a crucial role in the reduction of craving and drinking and the maintenance of abstinence. This article reviews pharmacotherapy for alcohol dependence with an emphasis on the naltrexone, dissulfiram and acamprosate. The opioid antagonist naltrexone lowers relapse rate, reduces drinking days and prolongs periods of abstinence. Acamprosate restores the normal activity of glutamate and GABA systems. Disulfiram has been shown to be most effective for patients who believe in its efficacy and remain compliant with the treatment. Ondansetron, has shown promise in the early-onset alcohol dependence but needs more extensive study. Topiramate (up to 300 mg per day) was more efficacious than placebo in the treatment of alcohol dependence.

As intervenções farmacológicas podem ter um papel crucial na redução do craving, consumo de álcool e manutenção da abstinência. Este artigo revisa a farmacoterapia para a dependência de álcool com ênfase na naltrexona, dissulfiram e acamprosato. O antagonista opióide naltrexona diminui taxas de recaída, reduz dias de consumo e prolonga períodos de abstinência. Acamprosato restaura a atividade normal dos sistemas glutamato e GABA. Dissulfiram tem demonstrado ser mais efetivo para pacientes que acreditam em sua eficácia e permaneçam aderentes ao tratamento. Ondansetron tem-se mostrado promissor na dependência de álcool de início precoce, mas necessita estudos mais extensivos. Topiramato (até 300 mg/dia) foi mais eficaz do que placebo no tratamento da dependência de álcool.
Assunto Alcoholism
Naltrexone
Disulfiram
Alcoolismo
Abuso de álcool
Farmacoterapia
Naltrexona
Dissulfiram
Idioma Português
Data 2004-05-01
Publicado em Revista Brasileira de Psiquiatria. Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, v. 26, p. 43-46, 2004.
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo)
Editor Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão 43-46
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462004000500011
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-44462004000500011 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2073

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1516-44462004000500011.pdf
Tamanho: 624.6Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta