Custo social e de saúde do consumo do álcool

Custo social e de saúde do consumo do álcool

Título alternativo The social and health burden of alcohol abuse
Autor Meloni, José Nino Autor UNIFESP Google Scholar
Laranjeira, Ronaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Based on the recent report on alcohol-related health and social burdens issued by the World Health Organization (WHO), this paper explores and discusses the evidence in support of the view that concerns about alcohol consumption extend far beyond consideration of personal and family health consequences, but should be considered in the context of major socio-political and public health priorities. The global findings of the WHO report are first discussed, followed by analysis of the specific findings regarding the burden of alcohol problems in Brazil. The social burden of alcohol problems is quantified by applying a unifying methodology which incorporates outcomes for alcohol-related violence, family problems, child abuse, public disorder, lost productivity, and other consequences. By analyzing the epidemiological date on alcohol-related morbidity and mortality data from each continental region and sub-region, and cross-tabulating data on average consumed volume and patterns of consumption, the burden of disease are estimated for the various regions of the world. The final results provide a comparative analysis of risk, basically using a representative indicator of number of productive years lost because of illness or premature mortality due to alcohol consumption (DALYs - Disability Adjusted Life Years). The DALYs global value in 2000 was 4% of world mortality, with this rate predicted to increase as global alcohol consumption increases. Variations among various regions in the planet are critically analyzed on predictive factors.

Baseando-se numa revisão, apresentada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de recentes estudos sobre avaliação do custo social e de saúde decorrentes do uso do álcool, este artigo tem o objetivo de expor as evidências que permitem avaliar o consumo do álcool para além da esfera médica assistencial, pessoal e familiar, como questão prioritária do ponto de vista sócio-político e de saúde pública. São discutidos os dados mundiais e enfatizados os dados específicos do cenário brasileiro. O custo social é dimensionado com metodologia aplicada a diversos fatores, sendo unificados dados sobre violência, problemas familiares, abuso de menores, desordem pública, problemas profissionais, entre outros. O custo dos problemas de saúde é evidenciado pelo método epidemiológico, por meio de uma categorização elementar de dados de morbi-mortalidade geral de cada região e sub-região continental e triangulando-se dados de volume médio de consumo e padrões de consumo. Os resultados finais são obtidos através de análise comparativa de risco, utilizando-se basicamente um indicador representativo do número de anos de vida útil perdidos por adoecimento ou mortalidade precoce atribuíveis ao consumo do álcool, na língua inglesa designado DALYs (Disability Adjusted Life Years). O valor global do DALYs, no ano de 2000, para o álcool, foi de 4% da morbi-mortalidade mundial, revelando tendência de ascensão. Os gradientes encontrados entre as diversas regiões do planeta são analisados à luz de uma crítica de seus potenciais determinantes.
Assunto Alcoholic beverages
Alcohol drinking
Attributable risk
Prevention & control
Bebidas alcoólicas
Consumo de bebidas alcóolicas
Risco atribuível
Prevenção & controle
Idioma Português
Data 2004-05-01
Publicado em Revista Brasileira de Psiquiatria. Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, v. 26, p. 7-10, 2004.
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo)
Editor Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão 7-10
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462004000500003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-44462004000500003 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2083

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1516-44462004000500003.pdf
Tamanho: 584.7Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta