Estudo dos potenciais evocados auditivos de longa latência (P300), em indivíduos com perda auditiva neurossensorial unilateral, antes e após a adaptação de prótese auditiva

Estudo dos potenciais evocados auditivos de longa latência (P300), em indivíduos com perda auditiva neurossensorial unilateral, antes e após a adaptação de prótese auditiva

Título alternativo Study of long latency auditory evoked potential(P300) in subjects with unilateral sensorineural hearing loss before and after hearing aid fitting
Autor Fonseca, Carolina Battaglia Frota Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Iorio, Maria Cecilia Martinelli Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Distúrbios da comunicação humana (Fonoaudiologia) - São Paulo
Resumo Objetivo: Comparar os valores de latência e amplitude do componente P300, em indivíduos que apresentam perda auditiva neurossensorial unilateral adquirida, antes e após a adaptação de prótese auditiva. Métodos: Foi realizado o Potencial Evocado Auditivo de Longa Latência (P300) em oito indivíduos, de ambos os sexos, portadores de perda auditiva neurossensorial unilateral (graus leve até moderadamente severo), antes da adaptação de prótese auditiva. Após seis meses de adaptação com a prótese, foi realizado novamente o P300, para comparação de seus componentes latência e amplitude. Resultados: Comparando-se a amplitude do P300, antes e depois do uso da prótese auditiva, foi observado aumento estatisticamente significante após o uso, nas três situações: comparação apenas entre as orelhas com perda auditiva, apenas entre as orelhas sem perda auditiva e de ambas orelhas juntas. Já comparando-se a latência do P300, antes e depois do uso da prótese auditiva, apesar de ter sido observada uma diminuição nos valores da latência, a diferença não foi estatisticamente significante, também analisada nas três situações. Quando comparadas as diferenças entre os indivíduos que possuem perda auditiva na orelha direita e os indivíduos que possuem perda auditiva na orelha esquerda, os valores de latência foram significantemente menores na orelha esquerda, tanto antes quanto depois do uso da prótese. Não houve diferença significante na latência e na amplitude entre os sexos feminino e masculino. Conclusões: Há aumento da amplitude do P300 com o uso da prótese auditiva por seis meses consecutivos, em pacientes com perda auditiva unilateral. A latência é menor para os indivíduos que possuem perda auditiva na orelha esquerda, em relação aos indivíduos que possuem perda auditiva na orelha direita. Não há diferença na latência e amplitude entre os sexos feminino e masculino.

Purpose: To compare P300 components - latency and amplitude in subjects with unilateral sensorineural hearing losses pre and post-hearing aid fitting. Method: Long Latency Auditory Evoked Potential – P300 – was registered in eight subjects with unilateral mild to moderate-to-severe sensorineural hearing loss, male and female, before hearing aid fitting. Six months after the fitting, the AEP was obtained again, so that the components of latency and amplitude could be compared with the first evaluation. Results: Considering amplitude there was a significant improvement after hearing aid fitting and use in three situations: comparing hearing impaired ears, comparing normal hearing ears and considering both ears. On the other hand when considering the latency before and after hearing aid fitting and use there were no significant differences in the same situations cited above. Latency was significant lower for the left ears, either before or after hearing aid fitting in comparison to the right ears in subjects with hearing impairment in the left or in the right ear, respectively. There were no significant differences in latency and amplitude between male and female subjects. Conclusions: P300 amplitude is increased by hearing aid use six months after fitting in patients with unilateral hearing loss. The latency is lower for subjects with hearing impairment in the left ear than for subjects with hearing impairment in the right ear. There is no difference in latency and amplitude considering gender as variable.
Assunto Potencial evocado P300
Perda auditiva neurossensorial
Auxiliares de audição
Idioma Português
Data 2006
Publicado em FONSECA, Carolina Battaglia Frota. Estudo dos potenciais evocados auditivos de longa latência (P300), em indivíduos com perda auditiva neurossensorial unilateral, antes e após a adaptação de prótese auditiva. 2006. 76 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2006.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 76 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21220

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-21220.pdf
Tamanho: 361.7Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta