Neovascularização retiniana secundária a obstrução vascular em retinocoroidite por toxoplasmose em paciente HIV positivo: relato de caso

Neovascularização retiniana secundária a obstrução vascular em retinocoroidite por toxoplasmose em paciente HIV positivo: relato de caso

Título alternativo Retinal vascular occlusion and neovascularization in acute toxoplasmic retinochoroiditis in a patient with AIDS: case report
Autor Ewert, Vânia Autor UNIFESP Google Scholar
Finamor, Luciana Peixoto Autor UNIFESP Google Scholar
Dimantas, Maria Angélica Autor UNIFESP Google Scholar
Muccioli, Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo To present a case of an HIV-infected patient, who presented with active chorioretinal inflammatory lesion suggestive of toxoplasmosis, that during the specific treatment developed a retinal vascular occlusion, and adjacent neovascularization. 35-year-old AIDS patient that, presented with toxoplasmic retinochoroiditis and after 4 weeks of the specific therapy (pyrimethamine and sulfadiazine) developed a vascular occlusion and retinal neovascularization that healed without the need for phototocoagulation or other adjunctive therapy. This case demonstrates that acute toxoplasmic retinochoroiditis that develops vascular complications may present a good result with the specific treatment without the need for adjunctive therapy.

Apresentar e discutir o caso de paciente infectado pelo HIV, que desenvolveu quadro de obstrução vascular seguido de neovascularização retiniana e de papila, durante o tratamento específico para retinocoroidite por toxoplasmose e que evoluiu com resolução espontânea da neovascularização sem a necessidade de tratamento associado. Paciente com retinocoroidite por toxoplasmose, que após 4 semanas de tratamento específico (sulfadiazina e pirimetamina) desenvolveu quadro de obstrução vascular, seguido de neovascularização retiniana, apresentou involução espontânea, não havendo necessidade de fotocoagulação a laser, ou de outro tratamento adicional. As lesões retinianas ativas de toxoplasmose podem cursar com complicações vasculares, mesmo na vigência de tratamento específico, e geralmente apresentam bom prognóstico com regressão espontânea dos neovasos, sem necessidade de tratamentos adicionais.
Assunto Acquired immunodeficiency syndrome
Ocular toxoplasmosis
Aids-related opportunistic infections
Chorioretinitis
Retinal neovascularization
Retinal artery occlusion
Case report
Síndrome de imunodeficiência adquirida
Toxoplasmose ocular
Infecções oportunistas relacionadas com a AIDS
Coriorretinite
Neovascularização retiniana
Oclusão da artéria retiniana
Relato de caso
Idioma Português
Data 2004-08-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 67, n. 4, p. 661-664, 2004.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 661-664
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492004000400019
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492004000400019 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2166

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27492004000400019.pdf
Tamanho: 1.762Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta