Mental health prevention and emotional/behavioral problems in adolescents living with addiction in their families

Sem título

Título alternativo Mental health prevention and emotional/behavioral problems in adolescents living with addiction in their families
Autor Vilela, Thais dos Reis Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Objetivo: Este estudo examinou o impacto de uma intervencao preventiva na protecao de problemas emocionais e comportamentais em adolescentes que convivem com familiares dependentes de substancias psicoativas, em uma comunidade da periferia da cidade de São Paulo. Metodo: Trata-se de um estudo de caso-controle. A amostra foi constituida por 102 adolescentes entre 12 e 17 anos (media=14,24 anos, desvio padrao =1,70) que convivem com familiares dependentes de substancias psicoativas, alocados em dois grupos: Com Intervencao (GCI - assistidos em um servico de prevencao localizado na periferia da cidade de São Paulo) e Sem Intervencao (GSI - participantes de Centros de Juventude da regiao). Os grupos foram pareados por sexo, idade e tipo de substancia psicoativa consumida pelo familiar dependente quimico (alcool ou drogas ilicitas). Os dados foram coletados por meio de um protocolo contendo questoes sobre dados sociodemograficos, Inventario de Autoavaliacao para Adolescentes (YSR) e Estressores Psicossociais da Familia. Resultados: Os resultados apontam que o GCI e o grupo mais vulneravel em relacao ao fator socioeconomico da familia (OR=12,858; p=0,000), e o grupo em que os adolescentes tem mais chances do membro dependente quimico ser parente em primeiro grau (OR=3,573; p=0,028) e tambem concentra a maior porcentagem de adolescentes com familiares submetidos a tratamento para dependencia quimica (OR=0,168; p=0,040). No entanto, ainda assim, e o grupo com menor probabilidade de apresentar problemas emocionais/comportamentais (internalizacao e externalizacao) (OR=0,202; p=0,012) e o mais protegido de presenciar agressoes fisicas entre familiares (OR=0,228, p=0,014). Conclusao: Os achados apontam uma associacao positiva entre a intervencao preventiva e protecao de problemas emocionais e comportamentais, validando a importancia de investimento em servicos e politicas publicas, destinados a promover a Saúde mental dos adolescentes em situacao de risco, vitimas diretas da dependencia de alcool e drogas dos seus pais e familiares
Assunto Adolescente
Inventário de Personalidade
Autoavaliação
Terapêutica/prevenção & controle
Promoção da Saúde
Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias
Adolescente
Idioma Português
Data 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 86 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 86 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22775

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta