Avaliacao dos efeitos da violaceina sobre a via de sinalizacao JAK/Src/STAT em celulas eritroleucemicas BCR-ABL positivas

Avaliacao dos efeitos da violaceina sobre a via de sinalizacao JAK/Src/STAT em celulas eritroleucemicas BCR-ABL positivas

Título alternativo Evaluation of the effects of violacein on the JAK/Src/STAT signaling pathway in BCR-ABL positive erythroleukemia cells
Autor Braz, Juliana Perrone Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Ainda que consideravel progresso tenha sido atingido no tratamento da leucemia mieloide cronica (LMC), o desenvolvimento de resistencia e o principal obstaculo para o sucesso da quimioterapia. Alem disso, mutacoes no gene BCR-ABL e superexpressao da oncoproteina, mecanismos de regulacao BCR-ABL-independentes e modulacao dos transportadores de efluxo de drogas tambem ocorrem, tornando um desafio ainda maior para cientistas e clinicos alcancar sucesso no tratamento. Desta forma, novos agentes ainda sao necessarios para aumentar a quimiosensibilidade da LMC. Neste trabalho, avaliamos o potencial antitumoral da violaceina, um derivado indolico de coloracao violeta, isolado da Chromobacterium violaceum encontrada na regiao amazonica, em celulas eritroleucemicas humanas que expressam a oncoproteina BCR-ABL, linhagens K562 e Lucena (variante resistente a multiplas drogas). Alem disso, avaliamos seus efeitos sobre a progressao do ciclo celular e inducao de morte celular, bem como seu potencial de inibir a sinalizacao JAK/Src/STAT, reconhecida pelo papel que desempenha na sobrevivencia e proliferacao das celulas leucemicas. Os resultados obtidos demonstraram que a violaceina apresenta citotoxicidade em celulas K562 e Lucena, com valores de IC50 de aproximadamente 3 μM e 4 μM respectivamente, e e capaz de potencializar a acao dos quimioterapicos mitoxantrona e vincristina, quando utilizada em concentracao subtoxica (1 μM). Experimentos de western blotting demonstraram aumento dose-dependente na razao da expressao das proteinas Bax/Bcl-2 e aumento significativo na expressao de AIF e PARP-1 clivada, sendo este aumento mais significativo nas celulas K562, indicando o envolvimento da mitocondria na morte celular induzida pela violaceina. Estes resultados corroboram com aqueles obtidos nos ensaios de citometria de fluxo apos marcacao das celulas com anexina V e iodeto de propideo, os quais indicaram que tanto apoptose como necrose estao envolvidas na morte celular induzida pela violaceina nas duas linhagens. Ademais, um aumento significativo da populacao de celulas em sub-G1 foi observado nas duas linhagens, sendo mais pronunciado nas celulas K562. Nestas celulas, este efeito foi acompanhado de reducao significativa das populacoes celulares em G0/G1 e S/G2/M, enquanto que nas celulas Lucena observou-se reducao significativa das celulas em S/G2/M. Adicionalmente, observou-se aumento da populacao de celulas Lucena em G0/G1 e aumento significativo na expressao de p21 por western blotting, indicando parada do ciclo celular na transicao G1/S. O estudo da via de sinalizacao JAK/Src/STAT por western blotting demonstrou uma reducao significativa nos niveis de fosforilacao e, portanto, atividade das proteinas da familia Src, JAK1, JAK2, STAT3 e STAT5 nas celulas K562 e Lucena apos tratamento com violaceina. Em conjunto, os resultados sugerem que algumas alteracoes bioquimicas causadas pela expressao e atividade constitutiva de BCR-ABL nas celulas K562 e Lucena sao revertidas pela violaceina, levando a inibicao da proliferacao e inducao de morte celular. Estes resultados sao importantes ao se considerar possiveis aplicacoes deste derivado indolico como adjuvante na terapia da LMC, a fim de potencializar a efetividade dos agentes quimioterapicos convencionais
Assunto Leucemia Mielogênica Crônica BCR-ABL Positiva
Morte Celular
Transdução de Sinal
Idioma Português
Data 2012
Publicado em São Paulo: [s.n.], 2012. 67 p.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 67 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22804

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Arquivos Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta