Please use this identifier to cite or link to this item: http://200.144.93.176/11600/22827
Title: Interferência retroativa de diferentes demandas cognitivas na consolidação da memória
Other Titles: Retroactive interference of different cognitive demands in memory consolidation
Authors: Bueno, Orlando Francisco Amodeo [UNIFESP]
Alves, Marcus Vinicius Costa [UNIFESP]
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Keywords: Humanos
Memória
Manifestações Neurocomportamentais
Rememoração Mental
Teoria Psicológica
Pupila
Issue Date: 2013
Publisher: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Citation: ALVES, Marcus Vinicius Costa. Interferência Retroativa de Diferentes Demandas Cognitivas na Consolidação da Memória. 2013. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, 2013.
Abstract: A consolidacao da memoria e um processo que ocorre para a estabilizacao de novas memorias. Perturbar tal processo com um estimulo pos-aprendizagem poderia prejudicar esta estabilizacao, causando possivel perda das memorias. Tal interrupcao e chamada de Interferencia Retroativa (IR). Para testar como o esforco cognitivo e os diferentes tipos de processamento cognitivos estao relacionados com essa interferencia, foram realizados dois experimentos com participantes saudaveis (20 no primeiro experimento e 25 no segundo), utilizando listas de palavras como medida de recordacao livre, reconhecimento e posicao serial, com IR com diferentes demandas cognitivas entre codificacao e teste (apos tres minutos). No Experimento I (EXP1), com as tarefas Geracao Aleatoria de Numeros de um numero a cada dois segundos (GanLento), Geracao de Numeros Aleatorios de um numero a cada um segundo (GanRapido) e um intervalo vazio (VAZIO); E no Experimento II (EXP2), alem do intervalo vazio e da GanLento, uma contagem simples a cada dois segundos de 1 a 9. Para a mensuracao do esforco cognitivo foi utilizado o registro da dilatacao da pupila dos participantes e uma escala subjetiva. Os resultados do EXP1 indicaram efeito de tarefa versus o intervalo Vazio tanto na recordacao livre quanto no reconhecimento, efeito que nao aconteceu no EXP2. Os resultados do estudo sugerem que o efeito da interferencia parece depender de mais fatores alem da insercao pontual de tarefas demandantes pos-aprendizagem, mas tambem de uma interacao global entre o esforco cognitivo realizado no periodo em que estaria acontecendo a consolidacao e do contexto dos testes
URI: http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22827
Appears in Collections:Dissertação de mestrado

Files in This Item:
File SizeFormat 
Tese-14020.pdf2.59 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.