Fibras de colágeno no músculo reto do abdome em cadáveres de diferentes faixas etárias: avaliação quantitativa e qualitativa

Fibras de colágeno no músculo reto do abdome em cadáveres de diferentes faixas etárias: avaliação quantitativa e qualitativa

Título alternativo Collagen fibers in the rectus abdominis muscle of cadavers of different age groups: quantitative and qualitative assessment
Autor Calvi, Eliziane Nitz de Carvalho Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Nahas, Fabio Xerfan Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Cirurgia translacional – São Paulo
Resumo Introdução: Os defeitos mais frequentes da parede abdominal sao representados pelas hernias. O colageno e um componente importante dos musculos e fascias que proporciona resistencia e integridade estrutural nos tecidos. OBJETIVO: Avaliar a quantidade de colageno do musculo reto abdominal em cadaveres de diferentes faixas etarias. METODOS: Foram utilizados 40 cadaveres do genero masculino, oriundos do Instituto Medico-Legal de Franca, divididos em dois grupos: Grupo 1 (n = 20) u 18 a 30 anos; Grupo 2 (n = 20)u 31 a 60 anos. Utilizou-se a cicatriz umbilical como referencia e assim fez-se uma biopsia do musculo reto do abdome a uma distancia de tres centimetros superiormente e dois centimetros inferiormente. Foram realizados cortes histologicos corados por Tricomio de Masson, Picro Sirius red e Imuno-histoquimica. RESULTADOS: Pela coloracao de Tricromio de Masson (colageno I) nao houve diferenca significante entre o grupos, ja atraves da coloracao de Picro Sirius red (colageno I + III), verificou-se que a quantidade foi maior no Grupo 1 em relacao ao Grupo 2 (p<0,05); pelo metodo Imuno-histoquimico nao foi visualizada a presenca do colageno tipo II e nao houve diferenca significante do colageno tipo IV. O colageno tipo I e III mostrou diminuicao significante no Grupo 2 em relacao ao Grupo 1 (p<0,05); o colageno tipo V foi identificado, porem nao foi possivel quantificar devido a coloracao de fundo apresentada na reacao. CONCLUSAO: Ha menor quantidade de colageno tipo I e III no grupo com faixa etaria mais elevada e nao ha alteracao de quantidade de colageno tipo IV.

INTRODUCTION: The most frequent abdominal wall defects are represented by hernias. The collagen is an important fascia and muscle component that provides structural strength in tissues. PURPOSE: Evaluate the collagen fibers of abdominal rectus muscle in cadavers of different age groups. METHODS: Forty fresh male cadavers from the Institute of Legal Medicine of Franca were dissected within 24 hours of death. The cadavers were divided in two groups: Group 1 (n = 20) - 18 to 30 years old; Group 2 (n = 20) - 31 to 60 years old. Umbilicus was used as anatomical reference. The incisions were made in the middle portion of anterior rectus muscle 3 cm superiorly and 2 cm inferiorly to the umbilicus. Histological sections were performed with Masson’s trichrome, Picro Sirius red and immunohistochemistry analysis. RESULTS: The Masson´s trichrome didn´t present significant difference among Group 1 and 2. However, the Picro Sirius red (collagen I + III), showed higher collagen amount in Group 1 than in Group 2 (p<0,05); the immunohistochemistrydid not show type II collagen and there was no difference in the amount of type IV collagen between the groups. The type I and III collagen presented significant reduction in Group 2 in comparison to Group 1 (p<0,05). The type V collagen was identified in the immunohistochemistry, but there was not possible to identify due to background color of reaction. CONCLUSION: There is reduction in type I and III collagen in the higher age group and there were no variations in amount of type IV collagen.
Assunto Colágeno
Reto do abdome
Cadáver
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data 2013
Publicado em CALVI, Eliziane Nitz de Carvalho. Fibras de colágeno no músculo reto do abdome em cadáveres de diferentes faixas etárias: avaliação quantitativa e qualitativa. 2013. 202 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2013.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 202 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/22861

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-22861.pdf
Tamanho: 4.775Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta