Expressão das proteínas Ki67 e p53 em pacientes com câncer de reto apos tratamento neoadjuvante

Expressão das proteínas Ki67 e p53 em pacientes com câncer de reto apos tratamento neoadjuvante

Título alternativo Ki67 and p53 in rectal cancer patients after neoadjuvant treatment
Autor Santos, Nara Rosana Andrade Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Forones, Nora Manoukian Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: O câncer colorretal é uma das neoplasias mais freqüentes e a recorrência local é um grande desafio, pois provoca sintomas que incomodam o paciente e são de difícil resolução médica. . A cirurgia é a modalidade de tratamento mais importante para os tumores de reto e a radioterapia associada a quimioterapia aumentam significativamente a taxa de sobrevida, mas também aumenta a morbidade Objetivos: Avaliar os marcadores moleculares p53 e Ki67 em pacientes portadores de câncer de reto submetidos a tratamento neoadjuvante em relação a pacientes submetidos a tratamento adjuvante e comparar a expressão de marcadores moleculares Ki67 e p53 nos dois grupos com a sobrevida. Resultados: Dos 61 indivíduos elegíveis para o estudo, sendo 31 no grupo Caso e 30 do grupo controle, 63,95% tinham idade entre 50-70 anos, 50,8% do sexo masculino e 53% do estádio III. Em relação aos marcadores moleculares 64,5% do grupo Caso e 63,34% do grupo Controle apresentavam-se com p53 negativo (p=0,865) e 9,67% do grupo Caso e 33,33% do grupo Controle tinham Ki67 positivo (p=0,052). Quando avaliamos a presença de metástase em ambos os grupos, verificamos que 19,35% do grupo Caso e 26,67 do grupo controle desenvolveram metástase (p=.0.708). Em relação ao marcador p53 e desenvolvimento de metástase encontramos 37,5% do grupo Controle e 16,67% do grupo Caso positivos e metastáticos. O marcador Ki67 Em relação ao Ki67 e desenvolvimento de metástases observamos que no grupo controle, o marcador foi negativo em 5 (62,50%) pacientes dos que evoluíram com metástases e em 15 (68,18%) dos que não apresentaram metástases durante o acompanhamento (p=1,00). No grupo caso o marcador foi negativo em 5 (83,34%) dos pacientes que evoluíram com metástases e em 23 (82,14%) dos que não apresentaram metástases durante o acompanhamento (p=0,488), Não observamos diferença na sobrevida dos pacientes dos dois grupos estudados. A sobrevida dos pacientes com tumores que não expressaram Ki67 foi superior aos que expressaram Ki67 (94,7% versus 40,38% após 5 anos de acompanhamento), (p=0,041). A sobrevida dos pacientes com tumores que não expressaram p53 foi xii semelhante aos que expressaram p53 (60,56% versus 48,12% após 5 anos de acompanhamento), (p=0,35). Quando avaliamos a sobrevida dos pacientes com tumores que expressaram dois marcadores positivos (p53+Ki67+) não diferiu dos que expressaram os dois marcadores negativos (p53-Ki67-), (p=0,16). A sobrevida dos pacientes com tumores que expressaram pelo menos um marcador positivo (p53+Ki67- ou p53+Ki67+ ou p53- Ki67+) não diferiu dos que expressaram pelo menos um marcador negativo (p53+Ki67- ou p53-Ki67- ou p53-Ki67+) (p=0,17). Ao nivel de significancia de 5%, observou-se tendência de aumento no risco de morte para pacientes Ki67 positivos comparando-os com pacientes Ki67 negativo após ajustar pelas variáveis: faixa de idade, sexo e grupo em análise de regressão múltipla de Cox. Conclusão: A positividade do p53 foi semelhante os tumores ressecados submetidos a quimio e radioterapia quando comparados aos tumores não tratados. Pacientes com tumores p53 positivos tiveram sobrevida semelhante aos com expressão negativa desta proteína. O percentual de tumores ressecados submetidos a quimio e radioterapia prévia expressaram Ki 67 em menor número quando comparados aos tumores não tratados. Pacientes com tumores com expressão negativa KI67 tiveram maior sobrevida
Assunto Oncologia
Genes p53
Antígeno Ki-67
Neoplasias Retais
Idioma Português
Data 2007
Publicado em SANTOS, Nara Rosana Andrade. Expressão das proteínas Ki67 e p53 em pacientes com câncer de reto apos tratamento neoadjuvante. 2007. 64 p. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2007.
Editor Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 64 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/23791

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: Publico-23791.pdf
Tamanho: 272.4Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta