Geographical stratification by socio-economic status: methodology from a household survey with elderly people in S. Paulo, Brazil

Geographical stratification by socio-economic status: methodology from a household survey with elderly people in S. Paulo, Brazil

Título alternativo Estratificação geográfica por nível sócio-econômico: metodologia utilizada em um inquérito domiciliar com idosos residentes em São Paulo, Brasil
Autor Ramos, Luiz Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Goihman, Samuel Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo Cooordenação do Programa de Saúde do Idoso
Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo Centro de Informação em Saúde
Resumo Considering that in most developing countries there are still no comprehensive lists of addresses for a given geographical area, there has always been a problem in drawing samples from the community, ensuring randomisation in the selection of the subjects. This article discusses the geographical stratification by socio-economic status used to draw a multistage random sample from a community-based elderly population living in a city like S. Paulo - Brazil. Particular attention is given to the fact that the proportion of elderly people in the total population of a certain area appeared to be a good discriminatory variable for such stratification. The validity of the stratification method is analysed in the light of the socio-economic results obtained in the survey.

Em países como o Brasil é sempre problemático conseguir-se uma amostra populacional randomisada e representativa dada a inexistência de um catálogo atualizado e global da população residente na comunidade. Discute-se a metodologia de estratificação geográfica por nível sócio-econômico utilizada para conseguir uma amostra randomisada em múltiplos estágios de uma população de idosos residentes na cidade de São Paulo. O estudo aponta para o fato de a proporção de idosos na população total de uma determinada área da cidade ter se mostrado uma variável com poder discriminante do nível sócio-econômico da população. Discute-se a validade do método de estratificação a partir dos dados coletados no inquérito.
Assunto Urban population
Aged
Sampling
Studies
Methods
Socio-economic factors
População urbana
Idosos
Amostragem
Métodos
Fatores sócio-econômicos
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data 1989-12-01
Publicado em Revista de Saúde Pública. Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, v. 23, n. 6, p. 478-492, 1989.
ISSN 0034-8910 (Sherpa/Romeo)
Editor Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Extensão 478-492
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101989000600006
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0034-89101989000600006 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/251

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0034-89101989000600006.pdf
Tamanho: 2.029Mb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta