Diabetes melito: plantas e princípios ativos naturais hipoglicemiantes

Diabetes melito: plantas e princípios ativos naturais hipoglicemiantes

Título alternativo Diabetes mellitus: hypoglicemic plants and natural active principles
Autor Negri, Giuseppina Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Diabetes mellitus comprises a group of ethiologically and clinically heterogeneous disorders with a common set of symptoms: excessive thirst and hunger, muscular weakness, weight loss, excessive urination and elevation of the blood glucose level among others. There has been a striking emergence of non-insulin-dependent diabetes mellitus as a major health problem in populations undergoing modernization of life-style, both in developed and underdeveloped nations. Many species of plants have been used ethnopharmacologically or experimentally to treat symptons of diabetes mellitus. The high percentage of active plants probably reflects, at least in part, the great variety of possible active constituents and mechanisms of action. The wide diversity of chemical classes indicate a variety of mechanisms must be involved in the lowering of the blood glucose level. Some of these compounds may have therapeutic potential, while others may produce hypoglycemia as a side-effect of their toxicity, specially hepatotoxicity. The present article is an actualized review of hypoglicemic medicinal plants and their active constituents.

O diabetes melito é considerada como uma síndrome que é, quanto a etiologia e patogênese, caracterizada por alterar a homeostase do organismo, por distúrbios metabólicos complexos e primários dos carboidratos, que envolvem secundariamente, porém de forma importante, lipídeos e proteínas. Grande número de espécies de plantas tem sido usado experimentalmente para tratar os sintomas do diabetes melito e a distância filogenética entre este grupo de plantas é forte indicação da natureza variada de seus constituintes. Tem sido constatado que muitas substâncias extraídas de plantas reduzem o nível de glicose no sangue. A grande diversidade de classes químicas indica que uma variedade de mecanismos de ação deve estar envolvida na redução do nível de glicose no sangue. Algumas destas substâncias podem ter potencial terapêutico enquanto outras podem produzir hipoglicemia como um efeito colateral devido à sua toxicidade, especialmente hepatotoxidade. Este artigo apresenta uma revisão atualizada e acrescenta mais plantas e princípios ativos hipoglicemiantes à extensa lista existente nos artigos de revisão anteriores.
Assunto Diabetes mellitus
Hypoglicemic plants
Hypoglicemic activity of compounds
Diabetes melito
Plantas hipoglicemiantes
Princípios ativos hipoglicemiantes
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data 2005-06-01
Publicado em Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas. Divisão de Biblioteca e Documentação do Conjunto das Químicas da Universidade de São Paulo, v. 41, n. 2, p. 121-142, 2005.
ISSN 1516-9332 (Sherpa/Romeo)
Editor Divisão de Biblioteca e Documentação do Conjunto das Químicas da Universidade de São Paulo
Extensão 121-142
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-93322005000200002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-93322005000200002 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2563

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1516-93322005000200002.pdf
Tamanho: 326.5Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta