Comparison of Brazilian and American norms for the International Affective Picture System (IAPS)

Comparison of Brazilian and American norms for the International Affective Picture System (IAPS)

Título alternativo Comparação entre normas brasileiras e norte-americanas do International Affective Picture System (IAPS)
Autor Ribeiro, Rafaela Larsen Autor UNIFESP Google Scholar
Pompéia, Sabine Autor UNIFESP Google Scholar
Bueno, Orlando Francisco Amodeo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo OBJECTIVE: The present article compares Brazilian and American norms for the International Affective Picture System (IAPS), a set of normative emotional photographic slides for experimental investigations. METHODS: Subjects were 1,062 Brazilian university students (364 men and 698 women) who rated 707 pictures from the IAPS in terms of pleasure, arousal, and dominance following the methodology of the original normative study in the US, enabling direct comparison of data from the two samples through Pearson product moment correlation and Student t test. RESULTS: All correlations were highly significant with the highest level for the pleasure dimension, followed by dominance and arousal. However, contrary to the American normative values, our data showed that Brazilian subjects generally assigned higher arousal ratings overall. CONCLUSION: Our findings confirm that this set of stimuli can be used in Brazil as an affective rating tool due to the high correlations found across the two populations, despite differences on the arousal dimension, which are discussed in detail.

OBJETIVO: O presente artigo compara as normas obtidas no Brasil e nos EUA para o International Affective Picture System (IAPS), um conjunto de fotografias emocionais amplamente utilizado na investigação experimental. MÉTODOS: Os sujeitos foram 1.062 universitários brasileiros (364 homens e 698 mulheres) que avaliaram as 707 fotografias do IAPS nas dimensões prazer, alerta e dominância, utilizando o mesmo procedimento do estudo normativo original realizado nos EUA, permitindo uma comparação direta dos dados através de correlações lineares de Pearson e testes t de Student. RESULTADOS: Todas as correlações entre as populações foram altamente significativas, sendo o maior coeficiente o da dimensão prazer, seguido da dimensão dominância e alerta. Entretanto, os brasileiros atribuíram maiores valores médios à dimensão alerta do que os norte-americanos. CONCLUSÃO: Os resultados confirmam que esse conjunto de estímulos pode ser usado no Brasil como um instrumento de medidas afetivas em função das altas correlações encontradas entre as duas populações, apesar das diferenças encontradas na dimensão alerta, que serão discutidas em detalhe.
Assunto Expressed emotion
Pattern recognition
Recognition (Psychology)
Visual perception
Form perception
Projective techniques
Cross-cultural comparison
Sex characteristics
Emoções manifestas
Reconhecimento visual de modelos
Recognição (psicologia)
Percepção visual
Percepção de forma
Técnicas projetivas
Comparação transcultural
Características sexuais
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Data 2005-09-01
Publicado em Revista Brasileira de Psiquiatria. Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, v. 27, n. 3, p. 208-215, 2005.
ISSN 1516-4446 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Editor Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Extensão 208-215
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462005000300009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000232534100010
SciELO S1516-44462005000300009 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2674

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1516-44462005000300009.pdf
Tamanho: 668.9Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta