ZAP-70: aspectos práticos

ZAP-70: aspectos práticos

Título alternativo ZAP-70: practical aspects
Autor Yamamoto, Mihoko Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo ZAP-70 is a 70Kd protein kinase present in normal T Lymphocytes and natural killer cells (NK), but absent in normal B lymphocytes. Nevertheless, B cells in some B-cell Chronic Lymphocytic Leukemia (CLL) patients express ZAP-70 and it has been found to be associated with the unmutated status of immunoglobulin heavy chains (IgVH) genes, a strong prognostic factor in CLL. In addition, the ZAP-70 expression in CLL cells is stable over time, differently to the CD38 expression, another prognostic marker in CLL. Several studies have been performed to validate the ZAP-70 expression as a surrogate marker for the IgVH mutation status which uses a laborious and time consuming technique. Using monoclonal antibodies, anti-ZAP-70 is easily detected by a rapid and sensitive flow cytometric technique. Upstate Biotechnology developed the first unconjugated antibody (2F3.2 clone) and soon after other products were developed, including fluorochrome conjugated ones, facilitating the technical assays. ZAP-70 can be evaluated by flow cytometric methods and its expression predicts the prognosis in the great majority of CLL cases.

A ZAP-70 é uma proteína kinase normalmente expressa nos linfócitos T e células NK, mas ausente nos linfócitos B. No entanto, ela está expressa nas células B de pacientes com LLC que não apresentam mutação nos genes da região variável da cadeia pesada de imunoglobulina (genes IgVH). Além disso, observa-se que a expressão da ZAP-70 é estável nestes pacientes ao longo do tempo, diferentemente da expressão de CD38, outro marcador considerado de prognóstico nesta doença. Estudos têm sido realizados para validá-la como marcador surrogate para o estado de mutação dos genes IgVH (um forte fator de prognóstico), uma vez que a sua avaliação molecular é laboriosa e demorada. O método mais rápido e simples para avaliar a expressão da ZAP-70 é através da citometria de fluxo utilizando-se anticorpos monoclonais já disponíveis no mercado. O primeiro produto comercial (clone 2F3.2 da marca Upstate) é puro, não conjugado com fluorocromos, o que torna o ensaio laborioso, apesar de resultados consistentes. Rapidamente surgiram outros Ac conjugados com fluorocromos (com FITC da própria Upstate, ou Alexa-fluor, FITC ou PE da Caltag) e estudos estão sendo realizados para a sua validação técnica.
Assunto ZAP-70
CLL
prognosis
ZAP-70
LLC
prognóstico
Idioma Português
Data 2005-12-01
Publicado em Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e Terapia Celular, v. 27, n. 4, p. 236-240, 2005.
ISSN 1516-8484 (Sherpa/Romeo)
Editor Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia e Terapia Celular
Extensão 236-240
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-84842005000400004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-84842005000400004 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/2835

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S1516-84842005000400004.pdf
Tamanho: 339.2Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Buscar DSpace


Navegar

Minha conta